Blogs | Blog do Dresch - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas
  • Alagoas, de 2015

31/01/2015 23:09

                   Nesta semana, o Ministro da Saúde Arthur Chioro, em reunião no Conselho Nacional de Saúde, anunciou as metas prioritárias da sua pasta na nova gestão. Elas incluem a consolidação do Programa Mais Médicos e a ampliação de vagas para cursos de medicina, em parceria com o Ministério da Educação. A ideia é fortalecer e qualificar a rede de atenção básica da saúde, principalmente nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Segundo o ministro, o orçamento para este ano, prevê recursos para reforma, construção e ampliação de pelo menos cinco mil unidades básicas de saúde.

Prioridades da saúde 2

                   Outra meta é a promoção à saúde, por meio de ações relacionadas ao enfrentamento da obesidade, combate ao tabagismo e estímulo a uma alimentação saudável. Tambem foram enumeradas estratégias para a valorização do parto normal na rede privada e no Sistema Único de Saúde. Chioro reconheceu que o Ministério vai enfrentar problemas com o aumento das internações e mortes por acidentes de trânsito e pela violência e não poderá se descuidar das situações endêmicas como dengue, febre chikungunya e malária.

 

Remédio do acordo

                   Um medicamento cubano, com eficácia reconhecida internacionalmente, e utilizado para evitar amputações de pés e pernas por complicações do diabetes deverá compor o acordo entre Cuba e os Estados Unidos. A droga Heberprot-P, criada pelo Centro de Engenharia Genética e Biotecnologia de Cuba, esta em uso desde 2007 em Cuba e em vários países, mas não nos EUA uma vez que o estudo e a comercialização de remédios cubanos são proibidos em função do embargo econômico. Nos últimos anos, diversas instituições americanas, como Harvard, pediram ao governo permissão para realizar estudos com o Heberprot-P, mas sem sucesso. Cerca de 73 mil diabéticos sofrem amputações de pés e pernas a cada ano nos EUA. A maioria dos casos decorre de úlceras nos pés e pernas que não cicatrizam e acabam gangrenando. Nesses casos é necessário amputar, para que a infecção não se espalhe pelo corpo e pode até causar a morte. O medicamento cubano acelera a cicatrização. Em congresso científico realizado em Dezembro último, pesquisadores cubanos mostraram que a droga já foi usada em 170 mil pacientes de 23 países, com 71% de eficácia. Mas os cubanos não revelaram quais foram estes países, nem deram detalhes sobre os testes. No Brasil o medicamento também vai passar por estudos e pesquisas para atestar sua eficácia e segurança.

 

O caixão de Cervantes

                   Um caixão com as iniciais do escritor espanhol Miguel de Cervantes foi encontrado esta semana, na cripta do Convento das Trinitárias, em Madri. O caixão pode conter os restos mortais do “pai da língua espanhola”. As buscas pelo local exato onde o escritor esta enterrado começaram em Abril passado e vários túmulos foram analisados, sempre sob a citada igreja madrilena, onde os registros apontam que ele esta sepultado desde 1616. Agora os restos mortais serão analisados. O objetivo da busca é encontrar o local exato do sepultamento de Cervantes até o ano que vem, quando se comemora 400 anos da morte do escritor.

IML ganha equipamentos

                   O Instituto Médico Legal de Maceió e também o de Arapiraca estão recebendo modernos equipamentos que vão dar mais qualidade ao trabalho neles desenvolvido. Em ambos estão sendo instalados focos cirúrgicos modelo Drakes FLS 200 de teto, nas salas de necropsia. Os equipamentos estão avaliados em R$ 28 mil e cada possui quatro bulbos, com lâmpadas halógenas em duas cúpulas com articulações variadas de ângulos, que facilita a focalização regulável e atende ás necessidades cirúrgicas das equipes plantonistas.

Cidade Madura

                   O Governo da Paraíba tem adotado uma política exemplar no trato com idosos. A construção do condomínio residencial Cidade Madura, exclusivo para moradores idosos é uma realidade em João Pessoa, e neste ano deve ganhar outros dois residenciais, um segundo na capital e outro em Campina Grande. O conjunto é formado por 40 unidades habitacionais de 54m2 totalmente adaptadas á necessidades das pessoas idosas. O condomínio possui ainda guarita de vigilância, praça, pista para caminhada, redário, sala de atendimento médico, centro de vivência e uma horta comunitária. A área ainda é bastante arborizada e contempla todas as normas de acessibilidade. O investimento é de R$ 3,6 milhões.

Cidade Madura 2

                   Os moradores do Residencial Cidade Madura foram escolhidos após um completo estudo social. No local somente podem permanecer moradores idosos e estes não podem modificar, emprestar, alugar ou ceder o imóvel. Podem morar com cônjuges e gastam apenas com a utilização da residência que é de propriedade do estado. A concessão deixa de existir quando há perda de autonomia ou falecimento, sendo então o imóvel cedido para outro idoso. O Governo do Estado da Paraíba tem sido contatado por várias outras administrações para o desenvolvimento de projetos similares.

 

 

  • O Estado de Alagoas pretende ampliar o número de vagas ofertadas pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), segundo o coordenador geral do programa no Estado, Hélvio Soares.
  • No ano passado, Alagoas disponibilizou 7,5 mil vagas nos 216 cursos ofertados pelo Pronatec, e o objetivo agora é chegar ao final do ano com 17 mil matriculas.
  • O programa também esta sendo remodelado, especialmente na reestruturação dos cursos. Para tanto foi criada uma comissão que vai elaborar um regimento interno, para disciplinar o funcionamento dos cursos e a contratação dos profissionais.
  • O objetivo é ampliar os cursos a serem oferecidos, mantendo aqueles que atendem a necessidade da população alagoana, e criando outros que possibilitem a capacitação em setores de maior demanda.
  • Os cursos mais procurados são de Operador de Computador, Técnico em Análises Químicas, Técnico em Biocombustível, Técnico em Açúcar e Álcool, Garçom, Inglês Básico e Intermediário, Auxiliar Administrativo e Soldador.

31/01/2015 02:07

                   As entidades que compõem a Cadeia Produtiva da Química e do Plástico em Alagoas estiveram reunidas com a secretária do Desenvolvimento Econômico e do Turismo, Jeanine Pires, e obtiveram a garantia do fortalecimento do setor. Na oportunidade foi apresentado um panorama geral do segmento no Estado, assim como os desafios e avanços já alcançados. O encontro serviu igualmente para discutir a participação do setor da química e do plástico em eventos marcados para 2015, com o objetivo de apresentar as oportunidades de negócios e ampliar a capacidade competitiva do Estado.

Aposta no desenvolvimento 2

                   O segmento da química e do plástico teve um aumento de 75% no número de empregos diretos nos últimos anos, e é considerado um dos pilares da economia alagoana. Os investimentos privados em Alagoas ultrapassam a casa de R$ 1 bilhão, com 67 indústrias transformadoras de plástico e que geram atualmente 4.200 empregos diretos. A Cadeia Produtiva é formada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e de Turismo, Sebrae, Federação das Indústrias,  Associação das Empresas do Polo Luiz Cavalcante, Sindicato das Indústrias de Plástico e Tintas, Senai, Braskem e Associação das Empresas do Polo Industrial José Aprígio Vilela (Marechal Deodoro).

 

Violência contra LGBT

                   Uma portaria do Ministério da Saúde criando uma comissão interministerial para combater a violência contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT) foi assinada esta semana. Ela estabelece ainda que a ficha de notificação dos casos de violência que chegam aos hospitais públicos de todo o país ressalte os casos cometidos contra a população LGBT. De acordo com o Ministro Arthur Chioro, além dos dados e informações sobre o caso, dois campos foram acrescentados na ficha: O primeiro é de orientação sexual, onde será preenchido se a vitima é heterossexual, homossexual ou bissexual. A segunda informação é relativa à identidade do gênero e traz as opções de travesti, mulher transexual e homem transexual. O uso destes dois novos campos foi testado pelo Ministério da Saúde no ano passado. Agora, os profissionais da área estão sendo capacitados, e a expectativa é de que ainda este ano a ficha passe a ser usada em todo o país. Já a Comissão criada através da portaria, poderá integrar as ações de cinco ministérios. O documento foi assinado pelas Secretarias de Direitos Humanos da Presidência da República e de Politicas para as Mulheres, e os ministérios da Justiça e da Saúde, além da Secretaria-Geral da Presidência. Dados da Ouvidoria Nacional e do Disque Direitos Humanos (Disque 100) mostram que entre 2011 e 2014 foram registradas mais de 7.600 denúncias de violação contra a população LGBT.

 

Politica do petróleo

                   O sucessor do Rei Abdullah, da Arábia Saudita, seu filho Salman, garantiu que não vai alterar a politica do país para o petróleo, confirmando o que esperavam os especialistas. Com a maior fatia do mercado global da commodity, a Arábia Saudita vem trabalhando para manter seus níveis de produção, mesmo no cenário internacional de abundância do óleo e fraca demanda. Desta forma os preços recuaram mais de 55% desde Junho último. A estratégia saudita tem o apoio do poderoso ministro do petróleo do país, Ali al-Naimi, no cargo desde 1995, e a voz mais influente no mercado da commodity, e que deve permanecer à frente da politica petrolífera do país.

Senhas inseguras

                   O avanço da tecnologia exige, antes de tudo, um absoluto controle da privacidade das ações dos usuários. Daí a importância de se utilizar senhas pouco comuns e de qualidade, para garantir o acesso aos diversos serviços ofertados on-line. Especialistas em segurança, a cada ano levantam as senhas mais usadas em todo o mundo, e apesar dos alertas, parece que elas sempre se repetem, facilitando a vida de hackers e dos vilões da internet. As dez senhas mais inseguras em 2014 foram: 123456, password (senha), 12345, 12345678, qwerty (as letras alinhadas no topo do teclado), 123456789, 1234, baseball, dragon (dragão) e football (futebol). São praticamente as mesmas dos anos anteriores.

Presos no exterior

                   A população carcerária brasileira no exterior é de 3.209 pessoas, sendo 963 (30%) por traficar drogas. Na Europa são 1.108. Desses, 496 estão detidos em função do tráfico. No mundo, somente um condenado à pena de morte, o da Indonésia. Existe um preso, João Carlos de Oliveira Coutinho, de 38 anos, condenado á prisão perpétua, por matar três pessoas nos EUA. O país com mais brasileiros presos por tráfico é a Espanha, com 150. E o país com maior número de presos, independente do tipo de crime, é os Estados Unidos com 726, seguido do Japão com 407. Existem brasileiros presos em 39 países, segundo os dados do Ministério das Relações Exteriores.

Presos no exterior 2

                   Os dados mostram que o tipo de crime cometido por brasileiros em outros países muda conforme o continente. Em todos eles, há a incidência de tráfico de drogas e homicídio. Na América do Sul, os crimes são de abuso sexual, pedofilia e estupro, além de estelionato e falsificação de documentos. Na África, são 40 brasileiros acusados de tráfico de drogas e porte de arma. No Oriente Médio existe um brasileiro preso por atividade terrorista. O Itamaraty afirma que gastou US$ 120 mil com os presos brasileiros em 2013. Neste mesmo ano, a assistência consular do Brasil no exterior visitou 2.695 brasileiros nas cadeias do mundo.

 

 

  • Um dos pontos altos dos festejos da Padroeira de Murici, Nossa Senhora da Graça, esta a tradicional Missa dos muricienses ausentes, que acontece hoje ás 19h, em Murici.
  • O convite é do coordenador deste ato de oração e fé, Diógenes Tenório, um dos expoentes da justiça alagoana. Ele conclama a todos os filhos ausentes de Murici para participar da homenagem, como forma de reverência e também de congraçamento entre todos.
  • São impressionantes os números divulgados pela assessoria da Unidade de Emergência do Agreste, localizada em Arapiraca, sobre 2014. Foram 12.322 atendimentos á vitimas de trânsito, sendo que 11.536 feridos em acidentes com motocicletas.
  • Os números confirmam que os acidentes com motos representam 94% do total das ocorrências de trânsito. São colisões entre motos, quedas, atropelamento, colisão moto e carro, moto com poste ou animal.
  • Outro dado que surpreende é sobre o atendimento a pacientes vitimas de queda da própria altura, o popular tombo. Em 2014 foram registrados 7.711 casos.

 

29/01/2015 21:31

                   Considerando que a situação financeira da Assembleia Legislativa de Alagoas é a pior possível, e que requer imediatamente um trabalho de redução de despesas, o deputado Rodrigo Cunha (PSDB), o mais votado nas últimas eleições e que toma posse neste Domingo, posicionou-se contrário ao reajuste salarial dos deputados. “O reajuste, apesar de ter respaldo constitucional, não deve ser concedido aos parlamentares alagoanos, que já são bem remunerados, e não se deve onerar ainda mais o Legislativo” disse Cunha.

 

Contra o aumento na ALE 2

 Até agora ele foi o único a manifestar-se contra o aumento, que pode elevar os salários dos deputados para 75% do que recebem os deputados federais. Neste inicio de legislatura, um aumento de salário, na circunstância em que a Assembleia se encontra, não seria bem vista pela população, além de agravar a crise financeira, defendeu Rodrigo Cunha. O parlamentar do PSDB afirmou ainda que até mesmo algumas gratificações referentes às atividades parlamentares deveriam ser reavaliadas pelos deputados estaduais.

 

Força letal policial

                   Mesmo com uma série de medidas adotadas para combater o uso exagerado das forças policiais do Rio de Janeiro e de São Paulo, o número de pessoas mortas nessas circunstâncias aumentou drasticamente em 2014. A policia carioca matou 97% a mais e a de São Paulo, 40% em relação ao ano anterior. Os números foram divulgados ontem em um relatório sobre direitos humanos da Human Rights Watch (HRW), e mostram que o Brasil ainda precisa fazer muito para acabar com problemas crônicos como tortura, execuções extrajudiciais e condições desumanas em prisões. O relatório analisa os avanços e retrocessos na proteção dos direitos humanos em mais de 90 países. No capítulo destinado ao Brasil, a permanência da tortura nas prisões é destaque. Foram 5.431 denúncias de tortura e tratamento cruel, desumano ou degradante em 2014. Mais de 80% delas aconteceram em presídios, delegacias de polícia e unidades de medidas socioeducativas. Como medida positiva, é citada a resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que estabelece as medidas que os juízes devem tomar nas investigações de possíveis casos de tortura. Outra ação positiva é a designação de 11 peritos, pelo Comitê Nacional de Prevenção e Combate à Tortura, para visitas periódicas e regulares a locais de privação de liberdade civis e militares.

 

Doleiro só cumpria ordens

                   O advogado do doleiro Alberto Youssef, Antonio Figueiredo Basto, disse á Policia Federal que o seu cliente não liderou o esquema que desviou recursos da Petrobrás. Segundo ele, o doleiro não pode ser condenado por corrupção passiva, porque cumpria ordens de agentes políticos para o pagamento da propina. Os nomes destes políticos já foram apontados na delação premiada de Youssef, mas permanecem como segredo de Justiça, no entanto, devem ser denunciados pelo Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot ao Supremo Tribunal Federal, em Fevereiro.

Doleiro só cumpria ordens 2

                   O advogado do doleiro revelou ainda que Youssef não atuou isoladamente, nem tinha poderes para favorecer ninguém dentro da Petrobrás. “A sua função era irrigar as contas dos partidos políticos, e as propinas só existiam por vontade dos agentes políticos”. Afirmou ainda que os acordos entre os agentes políticos e as empreiteiras não tinham a participação do doleiro, que somente atuava na fase final do esquema, distribuindo a propina. Segundo o advogado, o dinheiro desviado da Petrobrás foi usado para financiar campanhas políticas “no Legislativo e no Executivo”.

 

Contra a Hanseníase

                   Até este dia 1º de Fevereiro, diversas ações vão marcar a Campanha Mundial de Luta contra a Hanseníase em Alagoas. As atividades envolvem ainda profissionais de saúde e estudantes de diversas universidades e faculdades, tratando o assunto como extensão universitária. Ações de conscientização e palestras educativas estão sendo realizadas em postos de saúde, associações e outros pontos de aglomeração humana. O objetivo é chamar a atenção da população e da área da saúde pública.

Contra a Hanseníase 2

                   A hanseníase ainda não esta erradicada no Brasil, e atribui-se isso ao preconceito e a falta de informação. Alguns dos sintomas são facilmente identificados, como manchas brancas ou avermelhadas, sem sensibilidade para frio, calor, dor e tato. Sensação de formigamento, dormência ou fisgadas; Aparecimento de caroços e placas pelo corpo; Dor nos nervos dos braços, mãos, pernas e pés. Diminuição da força muscular. A identificação da doença é essencialmente clinica, feita a partir da observação da pele, dos nervos periféricos e da história epidemiológica. A cada ano, 30 mil pessoas são diagnosticadas com hanseníase no Brasil. Em Alagoas, no ano passado foram 282 casos.

 

 

  • Quarenta reeducandos do sistema prisional alagoano alcançaram resultado positivo no Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem.
  • Além de estarem aptos a concorrerem a vagas no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), também podem tentar o Programa Universidade Para Todos (Prouni) ou conseguir a certificação do Ensino Médio.
  • No total 13 reeducandos aprovados vão concorrer ás vagas do Sisu, 24 no Prouni e 3 receberão os certificados de conclusão do nível médio. A detenta Silvana, do Presídio Feminino Santa Luzia, alcançou a segunda maior nota no sistema prisional e resolveu cursar licenciatura no curso de Ciências Sociais.
  • Profissionais da segurança pública no estado podem se inscrever até o próximo dia 2 nos cursos de capacitação por meio da Rede de Ensino à Distância.
  • São vários cursos ofertados pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), que valorizam os profissionais da segurança pública e facilitam a capacitação sem a necessidade de deslocamento. Maiores informações no telefone 3315-2380.

28/01/2015 20:36

                   Pela primeira vez o ex-presidente cubano Fidel Castro manifestou-se sobre a aproximação diplomática do seu país com os Estados Unidos, e afirmou que apoia “a solução pacífica e negociada”, mas que não confia nos EUA. Ele enviou uma carta aos estudantes da Universidade de Havana e foi bem claro: “Não confio na política dos estados Unidos, nem troquei qualquer palavra com eles. Isso não significa -longe disso- a recusa de uma solução pacífica para os conflitos”. Fidel não aparece em público há mais de um ano, mas deixou claro o seu apoio ás negociações desenvolvidas entre Havana e Washington.

Fidel confia desconfiando 2

                   O líder da Revolução Cubana, agora com 88 anos, afirmou na mensagem aos universitários que “defender a paz é dever de todos. Qualquer solução pacífica e negociada para os problemas entre os Estados Unidos e os povos – ou qualquer povo da América Latina- e que não implique o uso da força deverá ser tratada de acordo com os princípios e normas internacionais” explicou. A mensagem do líder da Revolução Cubana foi lida em cerimônia realizada durante a aula magna da Universidade de Havana, ás vésperas da celebração do 162º aniversário de nascimento do líder da independência cubana, José Martí.

 

Campanha contra o câncer

                   Lançada ontem no Brasil, pela Fundação do Câncer, uma campanha mundial com alguns alertas que podem auxiliar no combate a um terço dos casos da doença. A campanha foi batizada de “Está ao nosso alcance” e vai ser desenvolvida prioritariamente nas redes sociais. Ela precede o Dia Mundial de Combate ao Câncer, lembrado em 4 de Fevereiro. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer, 576 mil brasileiros descobriram estar com a doença em 2014. Criada pela União Internacional de Controle do Câncer, a campanha vai ressaltar que pelo menos um terço dos casos mais comuns pode ser prevenido por meio da redução do consumo de tabaco e do álcool, de dietas mais saudáveis e do aumento da atividade física. Estudos relacionam o consumo de gordura, por exemplo, em carnes e frituras aos cânceres de próstata, reto e intestino. Tambem existe relação entre o câncer de mama e obesidade. Até o dia 4 a página da Fundação no Facebook, publicará informações sobre vida saudável, diagnóstico precoce da doença e outras informações úteis sobre a importância da qualidade de vida. A Organização Mundial de Saúde, OMS alerta que no mundo, 22 milhões de pessoas deverão descobrir que têm câncer em 2022. As mortes, que chegam a 8,2 milhões por ano, devem subir para 13 milhões. A OMS prevê que as nações em desenvolvimento, incluindo o Brasil, serão as mais afetadas.

 

Produção de alimentos

                   Um trabalho conjunto visando incrementar a produção de alimentos e desenvolver pesquisas agropecuárias vai ser desenvolvido pela Secretaria da Agricultura, Pesca e Aquicultura e pelo Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Alagoas. O Secretário Álvaro Vasconcelos acompanhado do Reitor Eurico Lobo, conheceu os projetos de aprimoramento de diversas variedades de cana-de-açúcar, de milho, melão e batata-doce, além da piscicultura e de trabalhos nas áreas da apicultura, bovinocultura, ovinocultura e coturnicultura (criação de codornas).

Produção de alimentos 2

                   Como a Secretaria de Agricultura esta trabalhando no aumento da produção de milho no estado, uma das pesquisas do Centro chamou a atenção dos técnicos. Ela trata sobre a melhoria genética de uma variedade de milho que apresentou uma produtividade de mais de 16 toneladas por hectare, plantado em regime de superadensamento. A produção média de Alagoas é de 888 quilos por hectare e a nacional é de 5,05 toneladas por hectare. Um dos projetos que pode ser desenvolvido em parceria é a implementação do cultivo do milho e da piscicultura em assentamentos de trabalhadores rurais do Estado, especialmente em áreas beneficiadas pelo Canal do Sertão.

Prazer ao comprar

                   Metade dos brasileiros sente prazer ao fazer alguma compra e este é o fator preponderante para tomar a decisão. A constatação é de uma pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). O levantamento foi feito em 27 capitais brasileiras, ouvindo 620 pessoas. Nas classes A e B o percentual alcança 68%. Entre as experiências consideradas positivas, os entrevistados citaram relaxar (47%), prazer de comprar (43%), melhora de humor (37%) e satisfação pessoal (35%).

Prazer ao comprar 2

                   Embora os fatores emocionais tenham sido os mais relevantes, também foram mencionados aspectos técnicos e financeiros ligados à compra, como preço (44%), promoções (37%), além da qualidade, marca ou modelo (21%). As questões financeiras também têm bastante influência para os consumidores. Para 88% dos ouvidos, o preço é o que mais justifica uma compra. No entanto, após a euforia da compra, é comum que as pessoas sintam certo arrependimento. Aí aparece a alteração do planejamento financeiro, gasto sem proveito e dívidas adquiridas.

 

 

  • O carnaval de Maceió terá mais de 60 blocos durante as prévias, como já é praxe. A municipalidade vai garantir a festa com um investimento de aproximadamente R$ 550 mil, através da Fundação Municipal de Ação Cultural.
  • Os recursos serão distribuídos como estímulo aos blocos, apoio às prévias, apoio ás escolas de samba e infraestrutura nos locais da festa.
  • De acordo com o planejamento da Prefeitura, o valor total destinado aos blocos será de R$ 390 mil. Para as escolas de samba, serão R$ 60 mil direto para as escolas e mais R$ 40 mil destinados á estrutura necessária aos desfiles.
  • Para o Jaraguá Folia, prévia carnavalesca que acontecerá na sexta feira, dia 06, será disponibilizado R$ 60 mil.
  • Os festejos deste ano trazem como tema central “O Carnaval do Maestro Manezinho”, fazendo homenagem a um dos grandes incentivadores da cultura popular de Maceió.
  • As inscrições para solicitar apoio financeiro e garantir a participação no festejo deverão ser feitas até o dia 30 (amanhã), no endereço www.maceio.al.gov.br.

 

27/01/2015 20:34

                   O deputado estadual eleito, Tarcísio Freire (PSD), reafirmou ontem, em entrevista à Rádio Gazeta, que vai mesmo tomar posse, no próximo dia 1º montado em seu boi “Gaúcho”. Vereador por cinco mandatos consecutivos em Arapiraca, Tarcísio disse que vai montado no boi “de terno e gravata”, representando o homem do campo, o trabalhador rural que pretende defender e representar na Assembleia Legislativa. “Para mim é um orgulho chegar a ALE montado em meu animal de estimação, de representar Arapiraca e os agricultores alagoanos de uma forma geral” afirmou Freire.

Tomando posse montado 2

                   Mas sua homenagem aos animais em geral, não se prenderá somente á solenidade de posse. “Pretendo apresentar diversos projetos em defesa dos animais, por quem tenho um carinho todo especial. Em um deles vou propor a criação de um cemitério para animais em geral (não somente cães e gatos), por uma questão de respeito aos seus donos, e de saúde pública” garantiu o novo deputado. Ele disse ainda que pretende lutar pelo resgate do político alagoano, exigindo que os deputados façam a coisa certa, de forma decente, e possam orgulhar seus eleitores e o povo de Alagoas.

 

Doleiro fica sem comissão

                   Ao contrário do que vi9nha sendo alardeado por advogados, o doleiro Alberto Youssef não receberá qualquer tipo de comissão por auxiliar a força-tarefa dos investigadores a recuperar os valores desviados no esquema de corrupção da Petrobrás. A garantia foi dada ontem pelo Juiz Federal Sérgio Moro, responsável pela investigação da Operação Lava Jato. Em resposta a questionamentos dos advogados dos executivos de empreiteiras que contestaram a validade do acordo de delação do doleiro, o Juiz esclareceu que o contrato firmado entre Youssef e o Ministério Público Federal, estabelece apenas a redução da multa compensatória, isso se as condições acordadas forem cumpridas. “Não há, ao contrário do afirmado equivocadamente pelas defesas, qualquer previsão no acordo, de entrega de valores ao referido criminoso colaborador, condições, aliás, que são de incerto cumprimento e, ainda assim, a redução parcial da multa nada afeta a aparente devolução substancial de bens adquiridos com proventos de crimes previstos no acordo” despachou Sérgio Moro. Também rebateu o pedido da defesa dos empreiteiros presos, de que se declarasse impedido de relatar os processos da Operação Lava Jato, afirmando que nada poderia levantar suspeição sobre ele, uma vez que o acordo firmado pelo doleiro e o MPF foi homologado pelo Supremo Tribunal Federal.

 

Polícia que mata

                   As mortes provocadas pela polícia do Rio de Janeiro aumentaram 40% entre 2013 e 2014, segundo dados divulgados pela Secretaria Estadual de Segurança Pública. Em 2013 o número de vitimas da política foi 416 pessoas, enquanto que no ano passado o número de mortos chegou a 582. De acordo com a coordenadora do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania, da Universidade Cândido Mendes, Silvia Ramos, as mortes são resultado de uma policia que atira mais. Para ela a polícia fluminense deveria planejar melhor suas ações, para diminuir o confronto com criminosos.

Polícia que mata 2

                   Silvia Ramos disse ainda que quando a polícia atira mais, há não só um aumento das mortes provocadas pelos próprios policiais, como também, uma intensificação da violência no Estado, sem falar nos efeitos colaterais, como as mortes por balas perdidas. “Quando a polícia aperta mais o gatilho, tem mais tiroteio, mais gente morrendo, mais arma circulando, mais confronto” explicou. Nos últimos 12 dias, catorze pessoas foram vitimas de balas perdidas no Rio. Segundo os dados da SSP/RJ, a taxa de letalidade violenta no Rio de Janeiro (dado que inclui assassinatos, latrocínios e mortes cometidas por policiais) cresceu 6,8% entre 2013 e 2014.

Memória do Holocausto

                   Lado a lado com representantes e celebridades de 40 países, mais de trezentos sobreviventes do antigo campo de concentração nazista de Auschwitz, participaram das comemorações do 70° aniversário de libertação daquele campo de extermínio. Ontem foi o Dia Internacional da Memória das Vitimas do Holocausto, que marca a data em que o exército russo chegou ao complexo de Auschwitz-Birkenau, no Sul da Polônia, a 60 quilômetros de Cracóvia. Os nazistas iniciaram a evacuação do campo dez dias antes, quando estariam no campo cerca de 56 mil prisioneiros. De 9 a 15 mil morreram na evacuação.

Memória do Holocausto 2

                   O campo de Auschwitz-Birkenau foi construído pelas forças alemãs em 1940 para encarcerar prisioneiros poloneses. A partir de 1942, o local transformou-se no principal complexo da política de extermínio nazista da Segunda Guerra Mundial. Entre 1940 e 1945, mais de 1,1 milhão de pessoas morreram naquele campo de concentração, a maioria judia, mas também poloneses, ciganos, prisioneiros de guerra soviéticos e prisioneiros de outras etnias. Transformado em Museu, abriu suas portas em 1947, sendo declarado Patrimônio da Humanidade da Unesco em 1979, passando a ser um dos principais símbolos do holocausto em todo o mundo. Atualmente, cerca de 1,5 milhões de pessoas visitam anualmente o Museu.

 

  • Vigilantes de diversos estabelecimentos decidiram paralisar suas atividades a partir da próxima segunda feira (2), caso as empresas de vigilância não apresentem uma contra proposta salarial.
  • Os profissionais pedem 15% de reajuste, aumento de R$ 18 no ticket refeição, participação nos lucros e gratificação de 30% para os vigilantes motociclistas.
  • O presidente do Sindicato dos Vigilantes, José Ferreira, anunciou se as empresas não atenderem ao pleito, na segunda feira, bancos, supermercados, empresas, porto e demais estabelecimentos amanhecerão sem vigilantes.
  • Uma audiência esta marcada para a manhã de quinta feira na Delegacia do ministério do Trabalho.
  • Os vigilantes querem ainda ampliar a segurança nos locais de trabalho, uma vez que as empresas ignoram os riscos, deixando os profissionais à mercê dos bandidos, aspecto que tem colaborado para os altos índices de mortalidade na função.