Traficante especialista em fuga é recapturado em Penedo - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas
  • Alagoas, de 2014
Polícia

Traficante especialista em fuga é recapturado em Penedo

A suspeita de que o recapturado tenha participação na morte do taxista José Gilvan da Silva.

14 Jul de 2011 - 09:26

Foto: Carlos Welber

Gleisson Barros Pimentel, conhecido por “Baiano”, de 20 anos.

Gleisson Barros Pimentel, conhecido por “Baiano”, de 20 anos.

O traficante Gleisson Barros Pimentel, conhecido por “Baiano”, de 20 anos, foi recapturado por policiais civis da Delegacia de Penedo na noite de ontem. A prisão aconteceu por voltas das 21h, no Povoado Ponta Mufina, no município de Penedo.

O individuo de alta periculosidade, que no momento da abordagem policial, estava portando um revólver de calibre 38, com numeração suprimida e devidamente municiada e pronta para uso é considerado um especialista em fuga.

De acordo com o delegado Rubem Natário, titular da Delegacia de Penedo, o fugitivo Baiano é especialista em fugas, somente daquela delegacia, em gestões anteriores, o mesmo fugiu duas vezes, registrando fuga também da Delegacia de Neópolis, no Estado de Sergipe, fuga esta ocorrida a cerca de três meses.

“Com a prisão do Baiano a polícia civil deverá elucidar outros crimes, pois o mesmo é envolvido na quadrilha de tráfico de drogas, comandada pelo também fugitivo Josinaldo da Silva, vulgo Nego, sendo o Baiano investigado na prática de homicídios na região do Baixo São Francisco”, disse o delegado.

A prisão do Baiano aconteceu no Povoado Ponta Mufina, na área urbana da cidade de Penedo, no momento da prisão o 'Baiano' estava na companhia de uma adolescente.

O parceiro do Gleisson Barros Pimentel, o elemento conhecido por “Gasolina” foi morto em uma troca de tiros com a Polícia Militar de Alagoas, ocorrida na zona rural de Igreja Nova, após diligências de apoio a polícia do Estado de Sergipe, que perseguia tanto o “Gasolina” como o “Baiano”, acusados na época de roubo de moto.

A suspeita ainda de que o recapturado tenha participação na morte do taxista José Gilvan da Silva, que teve seu corpo localizado na cidade de Rio Largo, em março passado. O taxista desapareceu no dia 26 de dezembro do ano passado. Naquela data, José Gilvan deixou seu ponto de trabalho com dois passageiros e não mais visto.

O taxista José Gilvan da Silva desapareceu no dia 26 de dezembro do ano passado.

Comentários


  • Seja o primeiro a comentar.

    Escreva

    O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

    Você também pode nos ajudar a moderar comentários considerados ofensivos, difamatórios, impróprios e/ou que contenham palavras de baixo calão: para isso, envie um e-mail para denuncie@tribunahoje.com.

    Digite o código abaixo para enviar seu comentário.