Militares executam vigilante em Colônia Leopoldina e deixam outro ferido - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas
  • Alagoas, de 2014
Polícia

Militares executam vigilante em Colônia Leopoldina e deixam outro ferido

Dois policiais presos em flagrante estão na carceragem da Academia da Polícia Militar

21 Jul de 2011 - 20:00

Foto: Reprodução

Colônia Leopoldina

Colônia Leopoldina

Dois militares identificados como cabo Américo e sargento Felix que são acusados de terem assassinado o vigilante José Luis da Silva de 44 anos, por volta das 22h50 de ontem, negam a autoria do crime. Eles estão presos na carceragem da Academia da Polícia Militar, no bairro do Trapiche da Barra, em Maceió, até a conclusão das investigações. 

De acordo com informações do tenente Ramos, que está acompanhando o caso, testemunhas indicam que tudo leva a crer que foram os dois policiais que assassinaram o vigilante José Luiz e deixou  outro vigilante Alexsandro Correia da Silva de 31 anos ferido, na noite de ontem, na cidade de Colônia Leopoldina.

“Eles estavam numa Ranger de cor prata pertencente ao cabo Américo, com três armas de fogo no interior do veículo, apenas uma arma estava registrada e é do cabo Américo, as outras duas sem registro, sendo uma roubada”, disse o oficial Ramos.

O cabo e o sargento foram presos em flagrante, além de mais duas pessoas que também estavam com os policiais no carro. Eles não estavam em serviço e negam a autoria do crime. Os militares foram presos na BR – 101 na divisa de Joaquim Gomes com Flexeiras.

 Os dois vigilantes faziam a guarda de duas quadras no município de Colônia Leopoldina.

Entenda o caso

Na madrugada desta quinta-feira (21) dois militares foram presos acusados de matar um vigilante José Luis da Silva de 44 anos. Ele trabalhava em uma usina em Colônia Leopoldina. A outra vítima é Alexsandro Correia da Silva de 31 anos.  Segundo os primeiros levantamentos já circula uma versão de que José Luís teria sido morto por engano. Mais duas outras pessoas foram presas com os assassinos que estavam numa caminhonete Ford Ranger.    

 Segundo algumas testemunhas, o verdadeiro alvo dos criminosos seria Alexsandro Correia que foi baleado, mas sobreviveu ao atentado. Os autores dos disparos foram identificados como sendo um sargento e um cabo da Polícia Militar. A Polícia Civil investiga o caso.

Comentários


  • como a justiça do brasil e muito lenta!
    ainda não tem data do julgamento...............

    jose michel em 20/12/2013 as 23:50

    Esse sim é um \"bico ilegal\".

    bicos em 21/07/2011 as 14:25

    Escreva

    O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

    Você também pode nos ajudar a moderar comentários considerados ofensivos, difamatórios, impróprios e/ou que contenham palavras de baixo calão: para isso, envie um e-mail para denuncie@tribunahoje.com.

    Digite o código abaixo para enviar seu comentário.