Polícia desmente que assassino estaria cadastrado como motorista do Uber - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas

Cidades

29 Dezembro de 2016 - 13:35

Polícia desmente que assassino estaria cadastrado como motorista do Uber

Pânico se espalhou pelas redes sociais de internautas maceioenses nesta quinta-feira (29)
Da redação, com agências
Marcos Antunes Trigueiro, o Divulgação/PC-MG Marcos Antunes Trigueiro, o "Maníaco de Contagem"

A Polícia Civil de Minas Gerais emitiu uma nota à imprensa informando que é falsa a notícia de que o assassino de várias mulheres, em Contagem, estaria cadastrado como motorista do Uber na capital alagoana. O homem identificado como Marcos Antunes Trigueiro, foi condenado e encontra-se preso desde 2010, no Estado mineiro.

Mensagens compartilhadas por meio das redes sociais causou pânico entre internautas acerca da possibilidade de Marcos estar atuando em Maceió.

Motoristas da Uber na capital explicaram que para concluir o cadastro é preciso passar por vários pré-requisitos, não sendo simples quanto parece. Entre os itens de segurança é checado se o indivíduo possui antecedentes criminais, o que impossibilita seguir o cadastro até a sua efetivação. 

 

 

 

Comentários

  • Daniel

    em 01/01/2017 as 10:43

    "Quanta mentira nesse noticiário, para fazer o cadastro apenas e necessário um smartphone e baixar o app, tenha em mãos documentos que possam não ser seu e criar uma conta e em menos de 24 horas, já pode pegar clientes pela rua, pode estuprar, fazer o que quiser, já que nunca viu o carro e o motorista se é mesmo o que está no cadastro, só quem vê e o cliente, que se estiver bêbada como a garota de Curitiba estuprada pelo motorista uber que usava carro não cadastrado no sistema " segundo a uber" e o telefone não estava no sistema, uma empresa bandida como a uber vai mesmo falar a verdade? Acorda Brasil. "

O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Digite o código abaixo para enviar seu comentário.