MPF e MP se reúnem para tratar de recursos de precatórios do Fundef em Alagoas - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas

Política

17 Jul de 2017 - 15:35

MPF e MP se reúnem para tratar de recursos de precatórios do Fundef em Alagoas

Precatórios são oriundos de ações judiciais que reconheceram o direito de 41 municípios alagoanos ao recebimento dos valores
Ascom / MPF-AL
Procurador-chefe Marcial Coêlho e a procuradora da República Cinara Pricladnitzky receberam os promotores de Justiça José Carlos Castro e Karla Padilha (Foto: Ascom MPF/AL) Procurador-chefe Marcial Coêlho e a procuradora da República Cinara Pricladnitzky receberam os promotores de Justiça José Carlos Castro e Karla Padilha (Foto: Ascom MPF/AL)

O Ministério Público Federal em Alagoas (MPF/AL) e o Ministério Público do Estado de Alagoas (MP/AL) se reuniram, na tarde da última quinta-feira (13), para tratar de precatórios oriundos de ações judiciais que reconheceram o direito de 41 municípios alagoanos ao recebimento de diferença de valores relativos ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento de Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef).

O Fórum de Combate à Corrupção (Focco), do qual MPF e MP estadual fazem parte, vem acompanhando a aplicação destes recursos e pleitea junto ao MPF a prioridade na análise das demandas relativas a tais precatórios a fim de garantir que sejam investidos exclusivamente na educação dos respectivos municípios, visto que se tratam de precatórios judiciais oriundos de complementação de recursos federais do Fundef para municípios que receberam valores a menor por períodos reconhecidos pelo Poder Judiciário.

A partir do pleito do Focco, presidido pelo promotor de Justiça José Carlos Castro, o procurador-chefe Marcial Duarte Coêlho e a procuradora da República Cinara Bueno Pricladnitzky receberam-no juntamente com a promotora de Justiça do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público Karla Padilha Rebelo, na sede da Procuradoria da República em Alagoas, para alinhar etapas de trabalho entre os ministérios públicos federal e estadual, a fim de garantir a fiscalização da destinação desses recursos federais.

Comentários

O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Digite o código abaixo para enviar seu comentário.