Maggi se reúne com secretário dos EUA para tentar liberar carne do Brasil - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas

Economia

17 Jul de 2017 - 17:23

Maggi se reúne com secretário dos EUA para tentar liberar carne do Brasil

Ministro da Agricultura prometerá ao secretário Sonny Purdue a adoção de medidas
Jornal Hoje / G1
Reprodução
O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, tenta em Washington reverter a decisão do governo norte-americano, que no fim do mês passado bloqueou a entrada da carne brasileira nos Estados Unidos.

Em um almoço de trabalho nesta segunda-feira com o secretário da Agricultura dos Estados Unidos, Sonny Purdue, Maggi apresentaria os argumentos em defesa da carne brasileira.

Maior produtor de carne bovina do mundo, o Brasil passou 17 anos tentando entrar no mercado norte-americano, maior consumidor do mundo, cujo controle de qualidade é muito rigoroso.

Em setembro do ano passado, a carne bovina brasileira conseguiu o selo de aprovação do Departamento de Agricultura, mas depois de menos de dez meses, no final de junho, as exportações foram suspensas porque técnicos norte-americanos apontaram abscessos na carne.

Esses abscessos são inflamações causadas pela vacina contra a febre aftosa, aplicada na parte dianteira do boi, exatamente a que é exportada para os Estados Unidos.

A solução do Ministério da Agricultura do Brasil foi determinar que a parte dianteira do boi seja cortada em cubos, tiras ou iscas, o que facilita as inspeções. Outro passo será mudar a composição da vacina contra a aftosa.

Caberá ao ministro Blairo Maggi convencer o governo dos Estados Unidos que as duas providencias serão suficientes para proteger os consumidores norte-americanos.

Comentários

O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Digite o código abaixo para enviar seu comentário.