Acusados de tentar matar Cícero Ferro serão julgados em Maceió - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas
  • Alagoas, de 2014
Cidades

Acusados de tentar matar Cícero Ferro serão julgados em Maceió

Júri foi transferido de Minador do Negrão por decisão do Tribunal de Justiça de Alagoas

Assessoria 17 Abril de 2012 - 14:36

Foto: Adailson Calheiros - Arquivo

Cícero Ferro foi vítima de atentado em 2004; primos são acusados

Cícero Ferro foi vítima de atentado em 2004; primos são acusados

O Pleno do Tribunal de Justiça (TJ/AL) deferiu, por unanimidade de votos, o desaforamento, da Comarca de Cacimbinhas para a de Maceió, do julgamento dos cinco acusados de atentar contra a vida do então deputado estadual Cícero Paes Ferro, crime praticado em Minador do Negrão, em 2004.

Os desembargadores acordaram, em sessão nesta terça (17), que o requerimento do desaforamento se dá em face da possível parcialidade dos jurados, além do “temor reverencial” e da influência política dos réus, razão pela qual seguiram o voto do relator Edivaldo Bandeira Rios.

A defesa dos réus José Nilton Cardoso, Wagner Macedo Cardoso Ferro, Waldex Macedo Cardoso Ferro e Wanderley Macedo Cardoso Ferro, acusados de atirar contra o carro do político, tinha se manifestado, requerendo que o pedido não fosse conhecido em razão da “incompetência do juízo”.

Os advogados sustentavam que o pedido de desaforamento teria sido feito de “forma temerária”, tendo apresentado “conjecturas” como fundamentação para tal pedido, sem também apontar fatos concretos. Aduziam ainda ser “natural” que o julgamento causasse repercussão numa cidade interiorana.

Ainda de acordo com o relatório do voto, o juiz da Comarca aduziu que as partes envolvidas ostentam “elevado poder de intimidação e de destruição”, bem como que o juiz presidente do Tribunal de Júri, o Ministério Público e o assistente da acusação são a favor do desaforamento.

Em seu voto, o relator ratifica a existência de motivos a ensejar o desaforamento: dúvida acerca da imparcialidade do júri, interesse de ordem pública e a segurança pessoal dos acusados. “É facilmente percebido a parcialidade que isso pode causar no júri”, fundamenta Bandeira Rios.

Edivaldo Bandeira Rios também reforça, no voto submetido ao Pleno da Corte de Justiça nesta terça-feira, o risco à segurança pessoal dos acusados e das vítimas ( Cícero Ferro e seu motorista), em razão da fragilidade do aparato policial presente na região e da animosidade existente entre as partes.

 “Voto pelo deferimento do pedido de desaforamento, determinando que o julgamento pelo tribunal do júri dos acusados seja realizado por uma das varas do Tribunal do Júri da Comarca de Maceió, tendo em vista que só nesta Comarca inexistirão os motivos ensejados na medida”, fundamentou o relator.

Comentários


  • CADEIA ERA PRA CICERO FERRO, ESSE BANDIDO TORTURADOR,ONDE CHEGA ANIGUEM TEM PAZ,CHEGA EM JORNAIS FALANDO,PREFEREM CHICOTE OU PISTOLA? ACHA DONO DO MUNDO,VIVE MATANDO E ROUBANDO,ACHO Q NO MININO DEVERIA TA PRESO.

    paz EM MINADOR em 25/02/2014 as 12:49

    CADEIA ERA PRA CICERO FERRO, ESSE BANDIDO TORTURADOR,ONDE CHEGA ANIGUEM TEM PAZ,CHEGA EM JORNAIS FALANDO,PREFEREM CHICOTE OU PISTOLA? ACHA DONO DO MUNDO,VIVE MATANDO E ROUBANDO,ACHO Q NO MININO DEVERIA TA PRESO.

    paz EM MINADOR em 25/02/2014 as 12:49

    Esse ex. Deputado e um bandido safado assassino frio e calculista cadeia nesse safado ou deixa eu fazer justica garanto que nunca mais ele mataria ninguem

    justiceiro em 15/08/2012 as 15:10

    esse monte de bandido tem que ser preso, querem ser donos de nossas cidade, matando e roubando, assaltantes de bancos safados, na realidade, tinha era q morrer, zé nilton, seus filhos todos bandidos, sobrinho...

    minador em 04/06/2012 as 17:41

    Esse Cicero Ferro não vale nada, como pode uma pessoa dessa TIRAR TANTAS VIDAs e continuar impune... Onde se sabe, foram vitímas dele: GAL e seu amigo de Minador, Morte de Basto Ferro, Jacó Cardoso, Edmilson (Minador), Vereador de delmiro Gouveia, Chico Borracheiro, sem contar em inumeras pessoas que tiveram suas fámilias separadas e até desttruídas... Agora me diz, pq não consegue se provar nada dele??? Pq não pode ou não querem??? Só pq é Peixe grande???? CICERO FERRO O ASSASSINO TIDO COMO SANTO!!!!!!!

    Revoltada em 24/04/2012 as 00:33

    isso ja era pra justiça investiga a tempo creio eu que ele não vai sai como santo dessa, a submeto a produzir crimes deixando a justiça falha diante dele, mais aqui em maceio a justiça é a injustiça pelo fato de não olha realmente aqueles que realmente executa crimes um atras do outro ficando considera autor basta olha que eles estão dentro do pode de alagoas não são todos mais aquele que se faz de vitima é o pio, cria alibi pra engana aqueles que não olha o delito criminoso queles faz ,, a justiça nunca é prena ..

    00000000000000 em 19/04/2012 as 12:43

    DEVERIAM TA TUDIN NA CADEIA. INCLUSIVE O CIÇO MAIOR LADRAO E ASSASSINO DE ALAGOAS

    SOLDADO BOMBEIRO JUSTIÇA em 17/04/2012 as 19:19

    Soldado Bombeiro Zorro nao se meta onde nao sabe esse Zé nilton e seus filhos e seu sobrinho ja cometeram varios crimes e vc nem sabe atiraram em cicero ferro, mandaram matar o vereador vaca veia em minador deram pisas em varias pessoas e se vc fosse uma delas naum falaria isso cicero ferro pode naum ser nenhum santo mas a justiça será feita!!!

    justiça em 17/04/2012 as 18:33

    Se eu fosse jurado desse caso,votaria pela absolvição dos réus,porque quem deveria estar sendo julgado era esse deputado taturana,acusado de vários homicídios.

    soldado bombeiro zorro em 17/04/2012 as 17:57

    Escreva

    O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

    Você também pode nos ajudar a moderar comentários considerados ofensivos, difamatórios, impróprios e/ou que contenham palavras de baixo calão: para isso, envie um e-mail para denuncie@tribunahoje.com.

    Digite o código abaixo para enviar seu comentário.