‘Bicicletada’ faz protesto em trecho onde ciclista morreu atropelado - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas
  • Alagoas, de 2014
Cidades

‘Bicicletada’ faz protesto em trecho onde ciclista morreu atropelado

Há 15 dias, movimento fez outra manifestação; AAC quer mais respeito nas ruas

28 Abril de 2012 - 00:41

Foto: Breno Airan

Ciclistas querem ser mais respeitados

Ciclistas querem ser mais respeitados

Na última terça-feira (24), o ciclista José Afrânio Filho seguia pela ciclovia quando, num trecho mal sinalizado, entrou na Rua Simões de Souza, no bairro do Barro Duro, em Maceió.

O ônibus, que fazia a linha Village II/Ponta Verde e vinha da Avenida Menino Marcelo, a Via Expressa, o atropelou, pegando-o em cheio. Ele, que trabalhava no ramo da construção civil morreu na hora, deixando três filhos.

E justamente neste cruzamento onde ocorreu o acidente fatídico é que a Associação Alagoana de Ciclistas (AAC) se concentrou.

Há 15 dias atrás, a “Bicicletada” fez outro protesto em frente à Eletrobras Distribuição Alagoas, no bairro do Farol, onde foi morto um jornaleiro que entregava seus produtos em uma bike.

“Toda semana, morre alguém vítima de atropelamente. É impressionante a falta de respeito que ainda há para com o ciclista”, conta o contador Carlos Monteiro, que pratica a atividade desde 1992.

Ele usa o transporte como meio para chegar ao trabalho. “Além de me dar um bom condicionamento físico – você ver que tenho 53 anos e estou em forma –, eu chego rapidinho. Em 15 minutos, vou do bairro do Feitosa, onde moro, até meu trabalho, que fica no Centro, na Praça Sinimbu. Se fosse de carro, gastaria no mínimo uns 40 minutos. Já fiz o teste”, comenta ele, que também participa do grupo Carcarás de Trilhas.

Para o presidente da AAC, Carlos Alberto Araújo, o problema sempre é a falta de respeito e sinalização apropriada. “Se houvesse algum sinal aqui nesse trecho, mostrando que o sinal estava aberto para o ônibus, o José Afrânio jamais teria cruzado a pista. É algo muito infeliz e quem projetou essa ciclovia é o culpado”, aponta ele.

No chão da pista onde houve a colisão, várias ‘bicicletinhas’ foram pintadas de amarelo, bem como o nome da vítima e palavras como “Respeito”. No momento em que a reportagem fazia o registro da movimentação, um veículo Palio parou bem em cima da faixa de pedestres.

Comentários


  • Mais uma vítima do nosso trânsito caótico e neste caso com culpa total da Prefeitura de Maceió pela falta de sinalização no cruzamento, de forma que quem entende de sinalização já poderia antever essa situação. \"Obrigado Prefeitura por mais um ciclista morto\".

    Antônio Facchinetti em 30/04/2012 as 23:17

    Escreva

    O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

    Você também pode nos ajudar a moderar comentários considerados ofensivos, difamatórios, impróprios e/ou que contenham palavras de baixo calão: para isso, envie um e-mail para denuncie@tribunahoje.com.

    Digite o código abaixo para enviar seu comentário.