Cabeça de bebê é arrancada durante parto em Sergipe - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas
  • Alagoas, de 2014
Brasil

Cabeça de bebê é arrancada durante parto em Sergipe

Mãe acusa equipe médica de negligência; corpo teve que ser retirado em cirurgia

R7 17 Mai de 2012 - 17:00

Foto: Reprodução/TV Record

Hospital em que bebê foi degolado durante parto na última terça-feira

Hospital em que bebê foi degolado durante parto na última terça-feira

Maria Alcilne Vieira Amorin deu a luz, na última terça-feira (15), no Hospital e Maternidade Santa Isabel, em Aracajú (SE), e acusa o local de negligência médica. Durante o parto, a cabeça de seu filho teria sido arrancada. 

A moça deu entrada na maternidade no dia anterior (segunda-feira,14) com fortes dores. Ela foi levada pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), após a bolsa d'água se romper. Quando chegou no local, foi encaminhada para a sala de parto. 

Segundo Maria Alcine, a equipe médica sugeriu um parto natural. Durante horas, ela tentou ter a criança. A jovem conta que pelo menos cinco médicos trabalharam no parto e chegaram a discutir sobre os procedimentos que deveriam ser tomados. Ela com que, em um determinado momento, ouviu apenas um ‘estalo’ e questionou os médicos sobre o estado de saúde da criança.

Nesse momento, ela perguntou se o filho estava morto e teria recebido a resposta positiva de um dos médicos.  A mulher conta que, às pressas, foi levada para o centro cirúrgico e passou por uma cesariana, para retirar o restante do corpo da criança.

— Eu senti uma coisa saindo de dentro de mim, mas era muito pequeno. Depois me dei conta que era apenas a cabeça e o restante do corpo ficou dentro de mim.

A jovem recebeu alta na quarta-feira (16) e diz que, até o momento, ainda não viu o corpo do filho. O cadáver está no necrotério e deve ser enterrado nesta quinta-feira (17), caso seja liberado. Maria afirma ter tido uma gestação normal e feito corretamente todo o pré-natal.

A direção do hospital marcou uma entrevista coletiva para esta quinta-feira para esclarecer os fatos. Uma sindicância já foi aberta para apurar o caso. O hospital adiantou que a cabeça só foi degolada porque a criança já estava morta e apresentava um problema no ombro.

Comentários


  • Isso é uma vergonha

    Jacinto em 01/06/2012 as 22:12

    iso e uma vergonga que estão fasendo com a saude publica,tem que responsabilisar to plantão medio pois tem que a parecer o responçavel em 19/05/2012 as 01:39

    quero ver se ela nao vai faser fustiça em 18/05/2012 as 13:54

    mentira,esses medicos sao inresponsaveis poderia muito bem ter feito a cesariana antes de tudo isso,eita povo que se forma e andam como se tivesse um rei na barriga,nao pensam nem que tem familia tmbm,nao pensa qual sera a reaçao do pai dessa criança,Deus me livre e guarde isso com um filho meu,pronto,ai ja falei besteira,por causa de alguns,,, medicos inrresponsavel to indiguinado com esse caso,e ainda vem a direçao do hospital dizer q a criança tava morta,morta coisa nenhuma

    em 17/05/2012 as 21:31

    Escreva

    O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

    Você também pode nos ajudar a moderar comentários considerados ofensivos, difamatórios, impróprios e/ou que contenham palavras de baixo calão: para isso, envie um e-mail para denuncie@tribunahoje.com.

    Digite o código abaixo para enviar seu comentário.