Delegados indiciam torcedor do América de Natal - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas
  • Alagoas, de 2014
Polícia

Delegados indiciam torcedor do América de Natal

O acusado, Al-Unser Ayslan Silva do Nascimento, está preso desde o dia do crime e denunciou ter sofrido torturas para confessar a autoria na morte do torcedor alagoano

19 Jul de 2012 - 09:29

Foto: Reprodução

Al-Unser disse ter confessado crime sob tortura, mas polícia nega

Al-Unser disse ter confessado crime sob tortura, mas polícia nega

Já foi concluído o inquérito que apurou a morte do torcedor do CRB, Jônatas Daniel dos Santos, assassinado no último dia 7, após o confronto entre a torcida regatiana e a Máfia Vermelha, do América de Natal. O acusado, Al-Unser Ayslan Silva do Nascimento, está preso desde o dia do crime e denunciou ter sofrido torturas para confessar a autoria na morte do torcedor alagoano. Os delegados indiciaram Al-Unser, mas não se pronunciaram sobre as denúncias.

Desde as primeiras denúncias, de que o acusado teria confessado o crime sob tortura, e que as prerrogativas do advogado foram violadas, na Delegacia de Homicídios de Maceió ninguém fala sobre o assunto. A expectativa era de uma entrevista coletiva ontem, onde os delegados pudessem dar suas versões, o que não ocorreu.

A  delegada Adriana Gusmão falou ontem, por meio da assessoria de imprensa da Polícia Civil, que as torturas não aconteceram e que após a saída do advogado de Al-Unser, Hugo Trauzola, o trabalho da polícia continuou. O acusado prestou novo depoimento confessando a autoria do crime, sendo em seguida encaminhado para o exame de corpo de delito.

Sobre o sumiço do primeiro depoimento de Al-Unser, onde ele nega a participação no crime, a assessoria informou que, como o segundo depoimento continha dados novos, o primeiro não mais teria validade e não está no inquérito.

Comentários


  • Não fala besteiras rodrigo, os amigos torcedores dele é que o entregaram. a policia interrogou todos e deu um ultimato: ou vocês dizem quem foi o atirador ou vão ficar todos detidos até terminar a investigação, lógico que ninguém quer ficar preso por uma coisa que o companheiro de viagem fez né? por isso apontaram esse ayslan, ele confessou e pronto. caso encerrado!!!

    em 21/07/2012 as 16:33

    Obstinado, se voce levar uma surra, confessa até que voce não fez e ainda por cima dá o bocal de brinde.kkkkkkkkk

    rodrigo em 20/07/2012 as 01:28

    Gente, em ambos os casos, sob tortura ou não, ele é réu confesso(conforme informa a matéria).
    Portanto, cadeia nesse safado ainda é pouco!

    Obstinado em 19/07/2012 as 14:30

    Escreva

    O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

    Você também pode nos ajudar a moderar comentários considerados ofensivos, difamatórios, impróprios e/ou que contenham palavras de baixo calão: para isso, envie um e-mail para denuncie@tribunahoje.com.

    Digite o código abaixo para enviar seu comentário.