Estudante morre após ser atacado por tubarão em praia de Recife - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas
  • Alagoas, de 2014
Brasil

Estudante morre após ser atacado por tubarão em praia de Recife

Corpo foi encontrado no último dia 28, na Praia de Itapuama, sem uma das pernas

G1 05 Setembro de 2012 - 18:33

Foto: R7 - Ilustração

Placa avisa sobre risco de ataque de tubarões em praia de Recife

Placa avisa sobre risco de ataque de tubarões em praia de Recife

O Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões (Cemit), por meio da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS), confirmou nesta quarta-feira (5) que a morte do estudante Tiago José de Oliveira da Silva foi causada por um ataque de tubarão. O jovem, de 18 anos, havia sumido na Praia de Enseada dos Corais, no Cabo de Santo Agostinho, Grande Recife, no dia 26 de agosto. O corpo foi encontrado no último dia 28, na Praia de Itapuama, no mesmo município, sem uma das pernas.

 Desde a data do incidente, havia a informação de que Tiago teria sofrido uma hemorragia. Entretanto, de acordo com a SDS, ainda não se podia confirmar o ataque, pois o jovem poderia ter morrido afogado e, depois, ter sido “mordido por um peixe de grande porte”. Segundo a nota divulgada nesta quarta, ficou confirmado, através do laudo tanatoscópico do Instituto Médico Legal (IML) de Pernambuco, que a morte do estudante foi causada por "hemorragia externa dos membros inferiores por ferimentos cortocontusos”.

O ferimento indicado pelo IML aponta que a pele de Tiago foi danificada, produzindo feridas com bordas traumatizadas, a exemplos de machados e guilhotinas. De acordo com a coordenadora do Cemit, Rosângela Lessa, o jovem não estava surfando no momento do ataque, mas teria ido até uma área de grande profundidade para nadar. A região da Praia de Enseada dos Corais não é indicada como área de risco de ataques de tubarão – o limite vai até a foz do Rio Jaboatão, na Praia do Paiva.

Apesar da confirmação, a região de risco não deve ser ampliada. “Estamos incluindo esse caso. Nesse momento, nenhuma medida de urgência será tomada para aquela área. Temos que fazer uma observação da região, analisar as causas, e continuar investigando para traçar estratégias”, contou Rosângela Lessa.

Desde 1992, quando os ataques de tubarão começaram a ser registrado no litoral do Grande Recife, o caso de Tiago é 52º, sendo a 21ª morte. “A gente espera que a população aja de medida preventiva. Para que esses eventos continuem raros, depende da ação preventiva da população”, disse Lessa.


Comentários


  • Moro a 4 anos em Enseada e jamais ouvi nenhum relato de ataque de tubarão por aqui. É preciso ser investigado com seriedade esse caso para evitar que outras pessoas venham a sofrer por falta de informação.

    Alessandra em 06/09/2012 as 02:31

    Escreva

    O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

    Você também pode nos ajudar a moderar comentários considerados ofensivos, difamatórios, impróprios e/ou que contenham palavras de baixo calão: para isso, envie um e-mail para denuncie@tribunahoje.com.

    Digite o código abaixo para enviar seu comentário.