Novos estudos podem revolucionar tratamento do diabetes tipo 1 - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas
  • Alagoas, de 2014
Saúde

Novos estudos podem revolucionar tratamento do diabetes tipo 1

Hemocentro de Ribeirão Preto desenvolve estudos que podem revolucionar tratamento

Assessoria 15 Outubro de 2012 - 10:23

Foto: Ilustração

Diabetes 1

Diabetes 1

No dia 5 de outubro, durante o VII Congresso de Células Tronco e Terapia Celular, a reumatologista Maria Carolina de Oliveira Rodrigues discorreu a respeito de dois estudos clínicos do Hemocentro de Ribeirão Preto (HRP), em conjunto com o Hospital das Clínicas de RP (HCRP). Ambos podem trazer novos rumos para o tratamento do diabetes tipo 1.

A primeira pesquisa, com células tronco hematopoiéticas, foi iniciado em 2004 e contou com 25 pacientes transplantados. “Deste total, 21 doentes puderam se manter por um período sem a necessidade do uso de insulina. Posteriormente, voltaram a utilizar o medicamento, mas em doses menores do que as originais. Neste grupo, três permanecem até hoje sem as doses de insulina, o que representa um grande avanço”, conta Carolina.

Em relação aos testes com células mesenquimais, foram iniciados em 2008 e contaram com oito pacientes tratados, sendo quatro adultos e quatro crianças. Dois dos adultos tiveram melhora no diabetes com posterior utilização sustentada de insulina. “Uma das pacientes engravidou e pôde ter uma gravidez sem piora da doença, o que nós acreditamos ser um caso de sucesso. Vamos esperar seis meses de segmento para fazer novas análises”.

Os dois estudos, atualmente em fase 1-2 de segurança e eficácia, foram iniciados pelo professor Júlio César Voltarelli, reumatologista consagrado no Brasil e no mundo, falecido em março deste ano.

Células mesenquimais no combate a inflamações - As células mesenquimais são encontradas em diversos tecidos do corpo humano. Elas podem ser isoladas e multiplicadas em laboratório e possuem propriedades imunomoduladoras, ou seja, conseguem combater ou controlar inflamações em andamento no corpo humano.

Como o diabetes tipo 1 é uma doença autoimune inflamatória, que ocasiona a destruição das células produtoras de insulina (células beta) do pâncreas, as injeções de células mesenquimais poderiam ajudar a controlar essa agressão. É possível que, ao longo do tempo, essas células possam contribuir para a regeneração pancreática, repondo células já destruídas.

Comentários


  • Tem como postar as novidades agora em 2013 sobre os avanços cientificos da cura da diabetes?

    diabetes 2013 em 02/09/2013 as 17:09

    Tem como postar as novidades agora em 2013 sobre os avanços cientificos da cura da diabetes?

    diabetes 2013 em 02/09/2013 as 17:08

    muito bom... tenho diabetes 1 e educação e espero que esse tratamento seja oferecido a todos pelo SUS ou com custo baixo.............. neste face tem muitos assuntos sobre diabetes, sobre bombas, novas tecnologias e transplantes. eu curto e acho muito bom tb: http://www.facebook.com/christiane.sobral

    Márcio em 22/10/2012 as 15:46

    Graças a Deus....saber que nao estamos esquecidos é o que tem me sustentado. tenho 30 anos e quero engravidar, porém nao consigo controlar as altas taxas nem com insulina. Nao sei mais o que fazer...estou fazendo acompanhamento nutricional mas tem resolvido pouco...nunca dá menos de 200 em nenhuma hora do dia. Quero muito ser mãe e espero um dia conseguir. Ana Paula - Sorocaba/SP

    em 18/10/2012 as 01:56

    Escreva

    O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

    Você também pode nos ajudar a moderar comentários considerados ofensivos, difamatórios, impróprios e/ou que contenham palavras de baixo calão: para isso, envie um e-mail para denuncie@tribunahoje.com.

    Digite o código abaixo para enviar seu comentário.