Tráfico de pessoas fez quase 500 vítimas no Brasil em seis anos - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas

Brasil

16 Outubro de 2012 - 20:38

Tráfico de pessoas fez quase 500 vítimas no Brasil em seis anos

Relatório diz que 55% dos responsáveis dessas redes são mulheres que enganam jovens de regiões pobres
EFE
Tráfico de pessoas acontece através de convites de melhoria de vida no exterior Ilustração Tráfico de pessoas acontece através de convites de melhoria de vida no exterior

Quase 500 brasileiros foram vítimas das redes de tráfico de pessoas desde 2005 e os principais destinos das máfias que operam no país são Holanda, Suíça e Espanha, segundo um relatório divulgado nesta terça-feira pelo Ministério da Justiça. Do total de casos registrados, 337 referem-se à exploração sexual e em sua maioria afetaram mulheres, indicou o estudo, que segundo as autoridades somente reflete aqueles fatos que foram devidamente denunciados.

O Ministério da Justiça admitiu que a realidade "pode ser ainda pior", pois muitas das vítimas das redes de tráfico de seres humanos não denunciam sua situação por "medo", "vergonha" ou por simples ignorância. De acordo com os dados recolhidos, o Suriname é hoje a principal porta de saída do Brasil para essas máfias, sobretudo quando se trata das vítimas mandadas para a Holanda, país para o qual desde 2005 foram enviados 133 brasileiros.

O relatório diz que 55% dos responsáveis dessas redes são mulheres que enganam jovens de regiões pobres de diversos lugares do país para levá-las a esses e outros países e obrigá-las depois a prostituir-se. Na elaboração do estudo, o Ministério da Justiça contou com respaldo e informação fornecida pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), que colaborará com o governo na elaboração de um plano de combate ao tráfico de pessoas.

"É um assunto que preocupa a todo o mundo e, infelizmente, no Brasil há uma incidência muito grande desse delito", declarou o ministro de Justiça, José Eduardo Cardozo.

O ministro assegurou que o plano que o governo prepara junto com a UNODC será anunciado em breve e envolverá todos os organismos de segurança do Estado, assim como outros órgãos da área social, com o objetivo de reforçar não só a repressão, mas também a prevenção desse crime transnacional.

Comentários

  • Maria Silvaneide B S S

    em 23/11/2015 as 00:04

    "???Olá! Leram os conteúdos que enviei?
    Por que eu tenho depressão e ansiedade e, si alguém quiser dizer que eu tenho a doença que escuto voz, isso só prova que tudo o que gritaram no ar tem fonte verdadeira.
    Tudo começou, quando começaram a gritar no ar, aonde parecia serem atores e parecia ser nos colégios. Nessa época eu só tomava calman e nem era todos os dias, também era acompanhada no Capes por psicólo e dificilmente eu passava por psiquiatra.
    Sei que aconteceu com as minhas duas filhas, não no mesmo dia
    Varias vezes enquanto a minha filha mais velha estava dormindo, outra com a mesma voz gritavam no ar e, não era gravação. Como nunca eu tinha escutado a palavra procriado ficava sem intender nada.
    Um dia eu Quiz puxar os cabelos da que estava dormindo, pensando que seria uma peruca e que estava com desface,
    O mesmo aconteceu com a minha filha mais nova enquanto dormia, outra com a mesma voz falava no lugar dela e não era gravação.
    Sei que chegaram a dizer que quem teria ido tirar a carteira de motorista da minha mais velha teria sido a outra e que a diferença de uma para outra era uma tinha o bumbum mais empinado do que a outra.
    Falaram até que quando essa minha filha mais velha estava trabalhando na campanha politica, uma iria para um lado e a outra para outro.
    Até a ir não intendia nada.
    Mais quando um dia escutei na TV que duas gemias uma utilizava a carteira de motorista da outra com preguiça de tira-lo.
    Sim a ir começaram a falar em procriado aonde tiravam filhos dos outros quando avia mais de um feto, sem que a mamãe desconfiasse.
    Em tão eu comecei a intender um pouco, por que eu perguntava o que era procriado e diziam que não existia isso. Lhe no Dicionário e falava, só que já mais iria passar na minha cabeça que teriam coragem de tirarem filhos dos outros na hora do parto.
    Um dia eu enxugando a louça e escutava a voz da minha filha mais nova que estava no colégio dizer assim, minha mãe já estar terminando de enxugar a minha louça. Só que ela estava falando isso para o Marcelo Novais o Ator, que si não mim engano nessa época ele fazia um personagem kikiki e nessa época a minha filha mais nova ganhou esse apelido. de kiki.
    Sinto como si tudo que faço na minha casa e digo estão a saber, exclusivo o que escrevo no PC.
    Chegaram a dizer que teriam colocado ela para o Marcelo Norvais para renovar em cristo Jesus e ser selada.
    Diziam que era uma guerra fria aonde tudo vale e, que a CCB foi quem tirou a mais nova por que os católicos iriam tirar.
    Escutei a voz da Dr Josélia de Limoeiro do Norte dizer, que eu tirei para Globo e não para o SBT. Quando foi para mim fazer o pré-natal da primeira eu comecei no Sespe em Limoeiro do Norte e, em seguida falaram que eu teria que procurar o posto Antônio Olanda, chegando no posto Holanda disseram para mim que quem estava recebendo as gravidas seria a Dr Josélia na Clinica Dr Gaspar. Fui e mim atendeu, bateu uma ultrassonografia e só mente disse que estava de cabeça para baixo pronto para nascer. Não mim deu nenhum comprovante da ultrassonografia. Quando fui na segunda vez, já era um dia de Domingo com as Dores de parto. Quem estava de plantão era o médico Vicente que Deus o tenha.
    Sei que com os gritos no ar aonde dava para intender que seria guerra de Políticos, religiosos, impressa etc. Também parecia que isso tudo de ruim que faziam e fazem seria com os de cores, pobres, feios e que tinham nomes que na qual alguns tem preconceitos. EX: quem vai ter preconceitos com o nome Jesus, Justo etc. Quando tiraram os Órgãos de uma criança em Russas, parece que em um lugar chamado lagoa dos tocos e, que tiraram mais por preconceitos. Como que dissesse a lagoa só dar toco.
    Sei que escutava que a que tiraram do meu 1° parto passava em frente a delegacia, quando iria para o trabalho, pois parece que estava ameaçada de morte. Escutei um padre falar que isso poderia ser feito com filhos de pais não casados e nos somos casados só no Civil.
    Escutei a voz do João Iácio Junho dizendo assim! Ela fez denuncia para trafico de pessoas e quando é feito denuncia, temos que entregarmos os pais. Cheguei a escutar que valia quem tem, até enquanto eu fazia sapatinho para obra da piedade, gritavam que iriam mim matar, pois muitos Jugam que nós que trabalhamos voluntariamente é para aparecer. Até a Irmã da Piedade que si não estou enganada o nome dela era Socorro. Disseram que mataram por que queria aparecer. Ela é mãe de um dono de uma padaria aqui de flores. Não sei se mataram de verdade ou fingiram a morte. Pois gritavam que fingiam morte com ajuda de médicos e policiais. Parece que se trata de uma mafia grande, aonde escutei falarem assim, ela não sabe que a que em flores estamos todos corruptos! Sei que diante de tantas coisas que se quer eu imaginava e, escutar ter filhas que nunca pensei existir e precisando da minha ajuda, por serem morenas, pobres e filhas de pais não casados. Poderiam morrer a qualquer momento de verdade ou morte fingida e, simplesmente o que faço é além de orar pedindo a Deus que esclareça e tome direção de tudo, é colocar para as autoridades. Após eu começar a colocar nos facebook dos policiais em especialmente os Federais, diminuíram. O que parece é que manda é essa mafia grande, aonde tem um tribunal do crime. Escutei que o Pedro meu cunhado que era um dos donos da Cepil, estar vivo e eu mesma escutava muito uma voz idêntica a dele. Já o caso do irmão do Gia nino que morreu e ficou aos pedaços, parece que para não ser reconhecido, foi a mafia que fez isso para terem Gia nino em suas mãos. Olha parece que mandam até na empresa que falei a Cepil. Pois para mim fazer mal só era dois forneiros e colocaram duas duplas, parece que para mostrar que sou uma pobretona e já mais vou poder assumir as filhas que tive. Tive mal com tudo isso e muito mais que agora não lembro e, fui internada em uma clinica em Mossoró a meu pedido, pois não conseguia mim concentrar e mim comportar. Fiquei 23 dias internada. Faço acompanhamento no capes de Russas CE e, desde 2008 que a Dr Adelina atestou que tenho transtorno misto, depressão e ansiedade. Quando foi na ultima consulta que passei no capes eu comecei a perguntar para o que servia os três medicamentos que eu estava tomando. E não tinha nenhum para depressão, em tão eu falei para ver o meu atestado. A Dr Célia olhou e passou um. Porem quando eu cheguei em casa eu lhe que era muito fraco. Comecei a sentir indisposta e depois comecei a ficar quase como fui para Clinica. Paguei uma consulta ao Dr Leleu em Limoeiro do Norte, aonde ele passou um medicamento, que serve para depressão e ansiedade e outros transtornos.
    Graças a Deus que com um comprimido só comecei a melhorar. Rua:João Antônio. Número:2257. Flores distrito de Russas Ceará Brasil. 22/11/2015. Curtam a página:http://www.facebook.com/organistasilvaneide"

  • em 17/10/2012 as 13:20

    ""

  • cesarvolpe

    em 17/10/2012 as 11:02

    "Agências de encontros e casamentos, coma fantasia de um estrangeiro abastado como príncipe encantado, ofertas mirabolantes de emprego que seduzem à pessoa e sua família com a falsa expectativa de mudar de vida etc... um investimento maciço em campanhas de esclarecimento serão mais efetivas do que a polícia sozinha \'enxugando gelo\' da ignorância e pobreza que estão na base dessa questão."

O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Digite o código abaixo para enviar seu comentário.