Ciclista paralímpico morre em acidente de motocicleta em Goiás - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas

Esporte

27 Dezembro de 2012 - 17:15

Ciclista paralímpico morre em acidente de motocicleta em Goiás

João Alberto Schwindt Filho bateu o veículo na lateral de caminhão
G1
João Alberto Schwindt ficou em 4º lugar nos Jogos Paraolímpico de Londres CPB João Alberto Schwindt ficou em 4º lugar nos Jogos Paraolímpico de Londres

O atleta paralímpico João Alberto Schwindt Filho, de 35 anos, morreu na manhã desta quinta-feira (27), durante um acidente na BR-414, próximo a Corumbá de Goiás, a 114 quilômetros de Goiânia. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a motocicleta modelo Suzuki Burgman que o atleta conduzia bateu na lateral de um caminhão. 

“Ainda não sabemos explicar exatamente o que pode ter acontecido, pois ele não conseguiu fazer a curva e acabou batendo na lateral do para-choque. Além disso, ele não estava em alta velocidade porque as motocicletas modelo Suzuki Burgman não são potentes”, enfatiza o agente da PRF Adriano Barreto.

Segundo ele, o motorista do caminhão parou para prestar os primeiros socorros, mas o atleta não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O corpo dele foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Anápolis.

Carreira

Após sofrer um atropelamento aos 14 anos, o brasiliense João Alberto Schwindt Filho lesionou parte da medula espinhal e, com isso, o movimento do braço direito ficou prejudicado. Depois de 14 anos, ele começou a competir profissionalmente no ciclismo classe C5, chegando a conquistar diversos títulos mundiais, entre eles uma medalha de ouro e outra de bronze no Parapan de Guadalajara, em 2011.

Já neste ano, João ficou em 4º lugar nas Paralimpíadas de Londres. No último dia 19 de dezembro, ele foi eleito o melhor atleta na modalidade em 2012 no Prêmio Paralímpicos, promovido pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

Luto
Em nota divulgada no site oficial, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) lamentou a morte de João Alberto Schwindt Filho e decretou três dias de luto. “João era um atleta bastante comprometido com o esporte, esforçado e uma grande esperança de medalhas na modalidade. Estamos bastante tristes com esta fatalidade”, declarou o diretor técnico do CPB, Edilson Alves Tubiba.

Comentários

O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Digite o código abaixo para enviar seu comentário.