Sindpol revela condições precárias em delegacias de Arapiraca e Girau - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas
  • Alagoas, de 2014
Interior

Sindpol revela condições precárias em delegacias de Arapiraca e Girau

Muitos automóveis apreendidos e lixo na delegacia de Girau do Ponciano; na Central de Polícia de Arapiraca, presos ficam em cubículo

Assessoria / Sindpol 28 Março de 2013 - 16:47

Foto: Assessoria / Sindpol

Muito lixo amontoado em delegacia de Girau do Ponciano

Muito lixo amontoado em delegacia de Girau do Ponciano

A delegacia da cidade de Girau do Ponciano não possui nenhuma estrutura física para o retorno da custódia de preso sob responsabilidade dos policiais civis, no entanto, estão sendo recolocados os xadrezes no local. A situação foi confirmada pelo Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) que esteve no município.

A entidade sindical registrou as precárias condições de trabalho e estruturais. Em documentos, o sindicato relata que o alojamento está com infiltrações. “Todas as paredes apresentam rachaduras e mofos. É comum aparecer ratos. Portas estão destruídas pelos cupins”.

A delegacia não disponibiliza uma estrutura de segurança. O muro é baixo e poderá facilitar a fuga de presos. Em outra ocasião, já ocorreu à tentativa de resgate de presos. Além disso, o local é do lado de uma escola pública, onde crianças e adolescentes tem aulas todos os dias.

O pátio da delegacia está cheio de motos e carros velhos e amontoados, o que configura um evidente risco de proliferação de doenças como dengue e leptospirose. A escala de plantão fixa apenas um policial por dia.

No local, é constante a falta de água e de energia. Ruídos na linha telefônica impedem o policial de ouvir com nitidez os apelos da população necessitada.

O vice-presidente do Sindpol, Edeilto Gomes, está informando toda a situação precária e solicita a retirada da carceragem. Os documentos foram direcionados ao delegado da Regional de Arapiraca, Isaias Rodrigues, ao juiz da cidade, Anderson Santos dos Passos, ao delegado de Girau do Ponciano, Adalberto Meira Cavalcante, e à Promotoria de Justiça.

Presos ficam detidos em cubículos na Central de Polícia de Arapiraca

Na Central de Polícia de Arapiraca, o Sindpol flagrou a situação degradante em que são colocados os presos no local. Em apenas dois pequenos cubículos (um que funcionava um banheiro) foram improvisados para funcionar a carceragem temporária.

O local já chegou a abrigar até doze presos. As celas são quentes e apertadas. Os presos reclamaram da falta de água e de alimento no local.  Esses detentos ficam até uma semana esperando para serem transferidos à delegacia Regional de Santana do Ipanema ou para outras delegacias de cidades adjacentes.

As condições da carceragem ferem os direitos humanos e são um constrangimento aos policiais civis. O vice-presidente do Sindpol, Edeilto Gomes, reforça a necessidade urgente da retirada das celas no local.

Comentários


  • Seja o primeiro a comentar.

    Escreva

    O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

    Você também pode nos ajudar a moderar comentários considerados ofensivos, difamatórios, impróprios e/ou que contenham palavras de baixo calão: para isso, envie um e-mail para denuncie@tribunahoje.com.

    Digite o código abaixo para enviar seu comentário.