Avô e neto ultrapassam sinal vermelho e colidem na entrada no Graciliano Ramos - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas
  • Alagoas, de 2014
Cidades

Avô e neto ultrapassam sinal vermelho e colidem na entrada no Graciliano Ramos

Os dois foram levados para o HGE; carros ficaram com as frentes destruídas

01 Outubro de 2011 - 00:53

Foto: Breno Airan

Avô reclamou de dores na coluna

Avô reclamou de dores na coluna

No início da madrugada deste sábado (1º), viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros foram acionadas para socorrer vítimas de uma batida no trevo que dá acesso ao conjunto Graciliano Ramos, ainda na Avenida Menino Marcela - conhecida como Via Expressa -, no bairro do Tabuleiro do Martins, em Maceió.

A colisão foi entre uma picape Fiorino branca, de placa MEU-5255/AL, e um Cross Fox preto, de placa MUU-6136/AL, e, segundo o proprietário deste último, a culpa teria sido do motorista da Fiorino que estava no sentido Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

Ticiano de Lima, de 26 anos, estava entrando no conjunto e, de acordo com as testemunhas, o sinal estava amarelo. “Isto é, atenção! Mas ainda dei sinaleira e virei. Para ele, estava no vermelho. Eu vinha da Ponta Grossa, no sentido Serraria. Mas ia deixar dois amigos aqui no Graciliano Ramos, onde eles moram”, lamenta ele, que é consultor de formaturas.

Depois disso – de deixar os colegas seguros em suas residências -, ele iria para casa, no bairro da Pajuçara. As vítimas da Fiorino tiveram apenas escoriações, mas a batida foi forte.

O carro pegou de lado o Cross Fox – que não tem seguro -, que cruzava a pista. Os dois tripulantes da Fiorino moram no Jacintinho, mas estavam a caminho do bairro do Eustáquio Gomes.

José Agnaldo da Silva, 48, e seu neto Hércules Mateus Santos da Silva, 10, tiveram, respectivamente, algumas dores na coluna e no peito e foram atendidos pelo Samu e pelo Corpo de Bombeiros (CB), sendo levados para o Hospital Geral do Estado (HGE), no Trapiche da Barra.

O motorista do Cross Fox não teve nenhum ferimento, bem como os acompanhantes, todos usando o cinto de segurança. Na pista, havia muita água no radiador quebrado, óleo e gasolina. Uma viatura de Auto-Bomba Tanque, do CB, foi deslocada para o acidente, mas não houve eventualidades. Em cima dos líquidos, foi colocada areia.

Comentários


  • E vão me dizer que não tinha cachaça no meio, é?

    Alagoana em 01/10/2011 as 11:29

    Escreva

    O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

    Você também pode nos ajudar a moderar comentários considerados ofensivos, difamatórios, impróprios e/ou que contenham palavras de baixo calão: para isso, envie um e-mail para denuncie@tribunahoje.com.

    Digite o código abaixo para enviar seu comentário.