Preso bando de pistoleiro investigado na morte de Ceci Cunha - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas
  • Alagoas, de 2014
Polícia

Preso bando de pistoleiro investigado na morte de Ceci Cunha

Maurício Chapéu de Couro, com 72 anos, faria parte de quadrilha de tráfico, homicídios e roubos

27 Agosto de 2013 - 10:32
Maurício Chapéu de Couro

Maurício Chapéu de Couro

A Secretaria de Estado da Segurança Pública de Sergipe, através da Polícia Civil, detalhou nesta segunda-feira, 26, a investigação e execuções de prisões relativas à Operação "Valquíria" desencadeada do dia 21, nos estados de Sergipe, Pernambuco, Bahia e São Paulo.

A superintendente da Polícia Civil, Katarina Feitoza, abriu a coletiva à imprensa na Academia de Polícia Civil (Acadepol) destacando o bom trabalho realizado por todos os policiais civis envolvidos. "Conseguimos desfazer uma conexão criminosa que vinha atuando em várias modalidades criminosas principalmente no tráfico de drogas e homicídios na modalidade de pistolagem", destacou Feitoza.

Entre os presos está Maurício Guedes, 72 anos, vulgo "Maurício Chapéu de Couro, investigado na morte da ex-deputada Ceci Cunha, na década de 1990.

Toda operação foi montada após uma investigação iniciada no segundo semestre do ano passado de caráter sigiloso na comarca do município sergipano de Carira em conjunto com o Departamento de Narcóticos, Coordenadoria de Polícia Civil do Interior e a Divisão de Inteligência e Planejamento Policial.

Na ocasião, a investigação tinha o objetivo de apurar um duplo homicídio ocorrido na cidade de Carira que vitimou duas pessoas identificadas como Givaldo Tavares da Cunha e Juarez Medrade dos Santos. Na ocasião, a dupla foi executada com mais de 20 tiros.

"Confirmamos a suspeita de que os homicídios estavam relacionados primordialmente com o comércio ilícito de entorpecentes em larga escala na Grande Aracaju e região do Agreste sergipano, além do jogo do bicho, agiotagem e roubo de carga, revelando-se, com isso, a existência de uma das mais perniciosas associações criminosas já investigadas em Sergipe", explicou o diretor da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial, delegado Gilberto Guimarães.

Os levantamentos apontaram, ainda, que Givaldo e Medrade pertenciam ao esquema e que Givaldo era tio de vários integrantes da organização criminosa, a exemplo de Edmilson Souza Cunha, vulgo "Galeguinho", Adelvan Oliveira Cunha, 33 anos, vulgo "Pretinha", Demilson Ferreira da Cunha, vulgo "Lourinho" e Helenilson Ferreira da Cunha, 41 anos, o "Xexéu".

Paralelamente, foi constatada a ocorrência de crimes conexos que eram realizados com o intuito de arrecadar fundos para o financiamento do tráfico de drogas ou mesmo para assegurar a manutenção dos criminosos nos postos de comando da quadrilha.

"Crimes como roubo de cargas, agiotagem, receptação, estelionato, dentre outros eram realizados para levantar fundos para a quadrilha. Já diversos homicídios na modalidade pistolagem foram levantados e eram praticados com o intuito de manutenção de comando. Os crimes eram praticados ainda para esconder a origem ilícita do patrimônio construído através do crime, caracterizando a lavagem de dinheiro", detalhou o delegado Marcelo Cardoso, coordenador do Departamento de Narcóticos.

Apreensões

Durante a ação policial foram apreendidos 34 veículos entre motocicletas e automóveis de luxo avaliados em mais de R$ 1,2 milhões. Foram apreendidas ainda sete armas de fogo. Uma pistola Glock calibre nove milímetros foi encontrada com Maurício; uma espingarda calibre 12 com seis munições estava com "Xexéu"; com "Tchurran" foi encontrado um revólver calibre 38; já "Lourinho" foi flagrado com uma pistola calibre 380 e dois carregadores; Heitor e Edmilson, mortos em confronto, estavam com duas pistolas calibre ponto 40 e "Zoião", que também reagiu à prisão e veio a óbito, estava com um revólver calibre 38.

Além disso, foram apreendidos mais de 100 quilos de entorpecentes, sendo 36 kg de maconha, 64 kg de crack e cinco kg de cocaína. A polícia apreendeu, ainda, mais de R$ 200 mil em dinheiro, joias, aparelhos celulares, outros objetos e mais de R$ 1 milhão em cheques de terceiros, referentes a compras de drogas, receptação de produtos roubados e atividades de agiotagem.

Homicídios

Durante as investigações, comprovou-se que a organização foi responsável pelas mortes das seguintes pessoas:

1. VICENTE PEREIRA DA SILVA, conhecido como “VICENTE DE SETE” - 20 de outubro de 2012, Itabaiana.

2. ALEX FRANKLIN TAVARES DE LIMA, conhecido por “LÉO” - 19 de dezembro de 2012, Itabaiana.

3. André Carvalho de Santana – 29 de dezembro de 2012, Aracaju.

4. JOSÉ EVARISTO DE LIMA (consumado); e JAIRO ANTUNES PEREIRA BARBOSA (tentado) - 21 de dezembro de 2012, Caetés/PE;

6. EVERALDO JOSÉ SILVA DE ARAÚJO, conhecido como “SEU MADRUGA” - 26 de dezembro de 2012, Itabaiana/SE

7. MARCELO DIONÍSIO DO NASCIMENTO, vulgo “MARCELO MOTOTÁXI” - 05 de janeiro de 2013, Itabaiana/SE;

8. JOSÉ ARIVALDO DOS SANTOS, conhecido como “ARI” - 13 de janeiro de 2013;

9. MOISÉS DOS SANTOS, conhecido como “MOISÉS LAMPIÃO” - 18 de janeiro de 2013, Areia Branca;

10. FRANCISCO JARDEL DE ANDRADE SILVA, conhecido como “JARDEL FUNILEIRO” - 22 de fevereiro de 2013, Anápolis/GO;

11. ÍTALO KLINSMAN TAVARES AMARAL - 15 de março de 2013, Itabaiana;

12. GLAUBER BELCHIOR DE ARAÚJO, conhecido como “BINHO” - 11 de abril de 2013, Aracaju/SE;

13. JOSÉ SANTOS DE OLIVEIRA, conhecido como “LARUTA” - 26 de abril de 2013, Itabaiana/SE;

14. CLECIANO, identificado como “GORDO” (tentativa) - 21/04/2013, Pedro Alexandre/BA.

15. GEÂNISON DOS SANTOS BARRETO, conhecido como “JUCA” - 04 de maio de 2013, Moita Bonita/SE;

16. JOSÉ DA SILVA SANTANA, de alcunha “ZÉ DO BODE” - 24 de maio de 2013, Carira/SE.

17. JOSÉ ARNALDO SANTANA DA PAIXÃO, conhecido como “ARNALDO DE VARISTO” - 08 de julho de 2013, Itabaiana/SE;

18. EDÊNIO DA SILVA SANTOS, conhecido como “DENISSON” ou “TRINTA” - 16/07/2013, Malhador/SE;

Roubo a banco

Com base nas investigações, descobriu-se uma ramificação da quadrilha, ligada a Ademir, que tinha como foco a prática de roubos contra instituições financeiras, por conta disto foram feitas quatro operações sendo duas no estado da Bahia, uma no estado do Pará e outra no estado do Maranhão, resultando na apreensão de nove fuzis, duas metralhadoras antiaéreas calibre ponto 50 e, uma carabina ponto 30 e várias pistolas e revólveres, além de farta munição de grosso calibre.

Presos

Ademir Gois Oliveira, vulgo "Ademir ou Galeguinho", 35 anos, natural de Itabaiana foi preso no estado de São Paulo;

Aduilson Gois Oliveira, irmão de Ademir, 29 anos, natural de Itabaiana, já estava preso desde o início da investigação, atualmente custodiado no Presídio Regional Senador Leite Neto, localizado em Nossa Senhora da Glória;

Ana Carla Santos Oliveira, esposa de Aduilson, 24 anos, natural de Itabaiana;

José Augusto Alves de Andrade, vulgo "Zé Augusto, Galego, Mago ou Zé 
Augusto de Jacó", 38 anos, natural de Itabaiana. Preso na cidade paulista de Praia Grande;

Jamysson de Andrade Sampaio, 36 anos, conhecido como “Jamyson ou Negão”, natural de Itabaiana;

Wagner Oliveira da Cunha, 29 anos, vulgo “Xaropinho ou Waguinho de Rolopeu", nascido em Itabaiana;

José Márcio Nunes Santos, 37 anos, conhecido como "Binho" e nascido na cidade de Salvador. Foi preso anteriormente com base nas investigações com 10 quilos de crack e já estava recolhido no Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto – (Compencan), em São Cristóvão;

Roberta Santos, vulgo "Roberta", esposa de José Márcio, 28 anos, natural de Itabaiana;

Evandro Santana Rocha, 27 anos, conhecido como "Tchurran", 27 anos, natural de Itabaiana e morador de Campo do Brito;

Herivelton Silva, vulgo "Siri, Veto, ou Canela de Burro", 29 anos, natural da cidade de Itabaiana. Preso anteriormente com base nas investigações quando, em companhia de João Batista, iria matar um homem em Itabaiana. Está preso no Complexo Penitenciário Advogado Antônio Jacinto Filho (COMPAJAF), em Aracaju;

João Batista Leite de Andrade, 33 anos, conhecido como "João", natural de Itabaiana foi preso anteriormente à operação com base nas investigações quando, em companhia de Herivelton iria matar um homem em Itabaiana. Está custodiado no Complexo Penitenciário Advogado Antônio Jacinto Filho (COMPAJAF), em Aracaju;

Adelvan Oliveira Cunha, 33 anos, vulgo "Adelvan, Pretinha ou Sem Futuro". Nascido em Itabaiana, foi preso antes pelo Denarc e policiais da Bahia na cidade de Tucano com uma carga roubada, avaliada em 1,5 milhão de reais. Está custodiado no presídio da cidade de Terra Nova no estado da Bahia;

Edivaldo Alves da Cunha, 39 anos, vulgo "Vado ou Lodento", natural de Itabaiana;

Givaldo Teles da Silva Júnior, 34 anos, vulgo Júnior ou Juninho Funileiro, natural de Itabaiana;

José Aldo Almeida Mota, 46 anos, o "Gago de Tonho de Glória, Luiz, Roberto ou Doutor". Natural de Itabaiana. Foi preso anteriormente à operação com base nas investigações por existir contra si mandado de prisão condenatória por homicídio e outro por roubo. Está recolhido no Presídio Regional Senador Leite Neto – PRESLEN, em Nossa Senhora da Glória;

José Edmilson de Almeida Mota, 41 anos, conhecido por “Nem de Tonho de Glória ou Careca", natural de Itabaiana;

Marcos Mota Clemente, 32 anos, vulgo "Marquinhos Ureia", natural de Itabaiana;

Demilson Ferreira da Cunha, 43 anos, vulgo "Lourinho", natural de Itabaiana;

Hélio Aparecido Delpech, vulgo "Junior", 34 anos, preso na cidade de Praia Grande-SP;

José Grasiane Menezes Mecenas, 27 anos, o "Naninho", natural de Itabaiana;

José Marcos da Silva, 29 anos, o "Bizú", nascido em Itabaiana;

Maysa Santos Costa, 34 anos, a "Maysa", natural de Itabaiana;

Mônica Oliveira Cunha, 37 anos, vulgo "Mônica", nascida em Itabaiana. Presa na cidade de Garanhuns/PE;

Gilvan Tavares da Cunha, vulgo "Gilvan", 37 anos, natural de Aracaju;

Iris Michele da Silva Brito, 30 anos, vulgo "Michele", nascida em Aracaju;

Damião Tavares de Mendonça, 19 anos, o "Tchuck", natural de Itabaiana;

Alberto Farias Bispo, 40 anos, o "Cláudio Celular", nascido em Itabaiana;

Maria Mônica Barreto Novais, 42 anos, vulgo "Mônica", natural de Aracaju;

Maurício Guedes, 72 anos, vulgo "Maurício Chapéu de Couro";

Carlos Eduardo da Cunha, 32 anos, o "Galego da Banca", natural de Itabaiana;

Helenilson Ferreira da Cunha, 41 anos, vulgo "Xexéu", natural de Itabaiana;

Julio Luiz dos Santos, 22 anos, o "Júnior", natural de Itabaiana.

Comentários


  • ELE RESSUSCITOU ? E AGORA TEM INOCENTES NA CADEIA E A POLICIA VAI FZER O QUE?

    MORTA em 28/08/2013 as 13:41

    Daqui a pouco, ameaça abrir o bico, e fogem com ele de novo, tem protetores muito fortes...kkkk

    Marcos Parreco em 27/08/2013 as 17:15

    Escreva

    O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

    Você também pode nos ajudar a moderar comentários considerados ofensivos, difamatórios, impróprios e/ou que contenham palavras de baixo calão: para isso, envie um e-mail para denuncie@tribunahoje.com.

    Digite o código abaixo para enviar seu comentário.