Região Nordeste concentra maior proporção de negros do Brasil - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas
  • Alagoas, de 2014
Brasil

Região Nordeste concentra maior proporção de negros do Brasil

Quando se trata de pardos, região Norte tem o maior percentual (66,9%), diz IBGE

r7.com 06 Novembro de 2013 - 10:06
 Segundo o Censo 2010, 43,1% da população se declarou parda Divulgação/IBGE

Segundo o Censo 2010, 43,1% da população se declarou parda Divulgação/IBGE

A região Nordeste concentra o maior percentual (9,5%) dos negros do Brasil, segundo o “Mapa da Distribuição Espacial da População, segundo a cor ou raça – Pretos e Pardos”, divulgado nesta quarta-feira pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

De acordo com o Censo 2010, em cujos números o mapa do IBGE se baseou, 7,6% da população brasileira se declarou preta. Na sequência do Nordeste, a região Sudeste aparece como a segunda maior em proporção de negros (7,9%). A região Sul é a que tem o menor percentual (4,1%).

Ainda segundo o Censo 2010, 43,1% da população brasileira se declara parda — o maior percentual desse contingente estava na região Norte (66,9%). Nesse corte racial, todas as regiões revelaram percentuais acima dos 35%, exceto o Sul, que aparece com 16,5%.

Parceria

O “Mapa da Distribuição Espacial da População, segundo a cor ou raça” é o primeiro resultado de uma parceria técnica do IBGE com a SEPPIR (Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial).

Segundo o IBGE, a meta da cooperação técnica com a SEPPIR tem como meta elaborar estudos sociodemográficos e análises espaciais dos territórios com a presença de comunidades quilombolas.

Comentários


  • Seja o primeiro a comentar.

    Escreva

    O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

    Você também pode nos ajudar a moderar comentários considerados ofensivos, difamatórios, impróprios e/ou que contenham palavras de baixo calão: para isso, envie um e-mail para denuncie@tribunahoje.com.

    Digite o código abaixo para enviar seu comentário.