Saiba quais cidades vão ter feriado no Dia da Consciência Negra em 2013 - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas
  • Alagoas, de 2014
Noticias

Saiba quais cidades vão ter feriado no Dia da Consciência Negra em 2013

Em seis municípios alagoanos os bancos serão fechados, segundo anúncio de calendário da Febraban

Da redação, com agências 18 Novembro de 2013 - 10:29

Foto: Divulgação

Feriado da Consciência Negra

Feriado da Consciência Negra

O Dia da Consciência Negra é comemorado em 20 de novembro, data da morte de Zumbi dos Palmares. Festejado há mais de 30 anos por ativistas do movimento negro, a data foi incluída em 2003 no calendário escolar nacional.

Contudo, somente a Lei 12.519 de 2011 instituiu oficialmente o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra. A data é feriado em mais de mil cidades brasileiras. Nos estados de Alagoas, Amapá, Amazonas, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, o feriado foi instituído por uma lei estadual.

Confira quais cidades tem feriado (por ordem alfabética de Estados)

Alagoas: de acordo com a Lei Estadual Nº 5.724 de 01.08.1995, todos os municípios do estado de Alagoas vão ter feriado no Dia da Consciência Negra. A Febraban - Federação Brasileira de Bancos anunciou, conforme seu calendário, que em seis municípios alagoanos, as agências bancárias não funcionam, são eles: Maceió, Junqueiro, Murici, São José da Lajes, Pão de Açúcar e União dos Palmares.

Leia mais:  Consciência Negra: confira a programação do Saurê Palmares

Amazonas: após a promulgação da lei nº 84/2010 de 08/07/2010, o dia 20 de novembro passou a ser considerado feriado em todos os municípios do Amazonas.

Amapá: a Lei Estadual Nº 1169 de 27.12.2007 garantiu que todas as cidades do estado do Amapá aderissem ao feriado do Dia da Consciência Negra.

Bahia: somente as cidades baianas de Alagoinhas, Camaçari e Serrinha têm feriado no dia 20 de novembro. Em Camaçari, uma lei de 1993 oficializou a data no município.

Espírito Santo: as cidades de Cariacica e Guarapari terão feriado no dia 20 de novembro. Leis Municipais determinaram a folga no Dia da Consciência Negra nessas duas cidades.

Goiás: quatro cidades goianas terão feriado no dia 20. Além da capital Goiânia, Aparecida de Goiânia, Flores de Goiás e Santa Rita do Araguaia param no Dia da Consciência Negra.

Maranhão: apenas o município de Pedreiras terá feriado no dia 20 de novembro.

Minas Gerais: 12 cidades mineiras vão ter feriado no dia 20: a capital Beleo Horizonte, Além Paraíba, Betim, Coqueiral, Guarani, Ibiá, Jacutinga, Juiz de Fora, Montes Claros, Santos Dumont, Sapucaí-Mirim e Uberaba.

Mato Grosso do Sul: Em MS, será feriado apenas na cidade de Corumbá.

Mato Grosso: o estado é um dos seis que adotaram o feriado do Dia da Consciência Negra no calendário oficial graças à Lei Estadual Nº 7879 de 27.12.2002. Com isso, todas cidades mato-grossenses vão ter feriado no dia 20 de novembro.

Paraíba: somente a capital João Pessoa terá feriado no dia 20.

Paraná: três cidades têm lei municipal que institui feriado. Guarapuava e Londrina, também têm feriado. Na capital Curitiba, a Lei nº 14.224, publicada em janeiro deste ano, institui o dia 20 de novembro como feriado municipal em homenagem ao Dia Nacional da Consciência Negra, mas o Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) acatou o pedido da Associação Comercial estadual e do Sindicato da Construção Civil do Paraná (Sinduscon-PR) e suspendeu o feriado na capital paranaense.

Rio de Janeiro: de acordo com a Lei Estadual Nº 4007 de 11.11.2002, todos os municípios fluminenses terão feriado no dia 20 de novembro.

Rio Grande do Norte: não haverá feriado nas cidades potiguares no dia 20 de Novembro.

Rio Grande do Sul: a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) afirma que o feriado no Rio Grande do Sul é facultativo às cidades, apesar de ser prevista à Lei Estadual nº 8.352.

Santa Catarina: Apesar do Dia da Consciência Negra ser lei na capital Florianópolis e na cidade de Joinville, comerciantes locais entraram na justiça e conseguiram suspender o feriados nas duas cidades.

São Paulo: não existe uma lei estadual que determine o feriado para o Dia da Consciência Negra em São Paulo. Porém a capital São Paulo e outros 101 municípios têm leis que determinam a folga no dia 20 de novembro.

Tocantins: no estado, apenas a cidade de Porto Nacional tem, oficialmente, feriado no Dia da Consciência Negra.

*Com informações da Seppir, da Fundação Palmares, Prefeitura de Curitiba (PR) e Coordenadoria da Igualdade Racial de Fortaleza (CE)

Comentários


  • A lei Federal que regula os feriados LEI Nº 9.093, DE 12 DE SETEMBRO DE 1995.
    Diz o seguinte:
    Art. 2º São feriados religiosos os dias de guarda, declarados em lei municipal, de acordo com a tradição local e em número não superior a quatro, neste incluída a Sexta-Feira da Paixão.
    No caso o limite das leis municipais (Maceió) são 4 que são: Sexta-feira da paixão, Corpus Crit, 27 de agosto (Padroeira de Maceió) e 8 de novembro Dia da NS da Conceição.
    Veio essa Lei abaixo Publicado no DOM em 22 dez 2007
    Lei nº 5.659 de 21/12/2007

    Dispõe sobre o Feriado Municipal de 20 de novembro - Dia da Morte do Líder Negro Zumbi dos Palmares. O PREFEITO DA CIDADE DE MACEIÓ
    Art. 1º Fica considerado Feriado Municipal, o dia 20 de novembro - Morte do Líder Negro Zumbi dos Palmares.
    Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data da sua publicação, revogadas as disposições em contrário.
    Prefeitura Municipal de Maceió, em 21 de dezembro de 2007.
    JOSÉ CÍCERO SOARES DE ALMEIDA - Prefeito

    Pergunto:
    Esse Lei municipal não fere a Lei federal que dispõe de 4 o numero máximo de feriados ? que passa de 4 para 5 feriados

    As pessoas que estão trabalhando hoje independente de ter antecipado o feriado do dia 15 de novembro, Como os motoristas de ônibus, de supermercados etc... Recebem hora exatas em dobro como manda a CLT ? Se isso não acontece tem que ser criado o dia a consciência trabalhista.

    José Ademir em 20/11/2013 as 13:42

    O Dia do índio, 19 de abril, foi criado pelo presidente Getúlio Vargas através do decreto-lei 5540 de 1943, e relembra o dia, em 1940, no qual várias lideranças ...
    E OUTROS... Não é Feriado Por quê?

    VICENTE D.G em 20/11/2013 as 13:39

    Essa fonte não está correta em Juiz de Fora e Santos Dumont em Minas gerais não é feriado...

    Tatiana em 20/11/2013 as 11:59

    Para que Natal e dezenas de feriados de santos em uma país que diz ser um estado Laico.

    Não há dia do Branco pq os brancos não tem que afirmar nada, já os negros, mulheres, e etc sempre foram discriminados.

    J.Junior em 20/11/2013 as 11:56

    e o feriado p/ os brancos?????
    esse feriado so serve p/ ferrar a vida do empresario

    edmar j lung em 20/11/2013 as 09:49

    e o feriado p/ os brancos?????
    esse feriado so serve p/ ferrar a vida do empresario

    edmar j lung em 20/11/2013 as 09:48

    e o feriado p/ os brancos?????
    esse feriado so serve p/ ferrar a vida do empresario

    edmar j lung em 20/11/2013 as 09:48

    e o feriado p/ os brancos?????
    esse feriado so serve p/ ferrar a vida do empresario

    edmar j lung em 20/11/2013 as 09:46

    ESSE DIA DEVERIA SER :

    1º - O DIA DA CONSCIÊNCIA E RESPEITO AO IDOSO.
    2º - O DIA DA CONSCIÊNCIA E RESPEITO A MULHER.
    3º - O DIA DA CONSCIÊNCIA E RESPEITO A CRIANÇA.
    4º- O DIA DA CONSCIÊNCIA E RESPEITO AOS DEFICIENTES FISICOS ETC.....

    O NOSSO PAIS NÃO TEM RACISMO, ENTÃO E DIA E PURA POLITICAGEM.

    MARIO AUGUSTO DE MELO em 19/11/2013 as 21:48

    ESSE DIA DEVERIA SER :

    1º - O DIA DA CONSCIÊNCIA E RESPEITO AO IDOSO.
    2º - O DIA DA CONSCIÊNCIA E RESPEITO A MULHER.
    3º - O DIA DA CONSCIÊNCIA E RESPEITO A CRIANÇA.
    4º- O DIA DA CONSCIÊNCIA E RESPEITO AOS DEFICIENTES FISICOS ETC.....

    O NOSSO PAIS NÃO TEM RACISMO, ENTÃO E DIA E PURA POLITICAGEM.

    MARIO AUGUSTO DE MELO em 19/11/2013 as 21:48

    ESSE DIA DEVERIA SER :

    1º - O DIA DA CONSCIÊNCIA E RESPEITO AO IDOSO.
    2º - O DIA DA CONSCIÊNCIA E RESPEITO A MULHER.
    3º - O DIA DA CONSCIÊNCIA E RESPEITO A CRIANÇA.
    4º- O DIA DA CONSCIÊNCIA E RESPEITO AOS DEFICIENTES FISICOS ETC.....

    O NOSSO PAIS NÃO TEM RACISMO, ENTÃO E DIA E PURA POLITICAGEM.

    MARIO AUGUSTO DE MELO em 19/11/2013 as 21:47

    ESSE DIA DEVERIA SER :

    1º - O DIA DA CONSCIÊNCIA E RESPEITO AO IDOSO.
    2º - O DIA DA CONSCIÊNCIA E RESPEITO A MULHER.
    3º - O DIA DA CONSCIÊNCIA E RESPEITO A CRIANÇA.
    4º- O DIA DA CONSCIÊNCIA E RESPEITO AOS DEFICIENTES FISICOS ETC.....

    O NOSSO PAIS NÃO TEM RACISMO, ENTÃO E DIA E PURA POLITICAGEM.

    MARIO AUGUSTO DE MELO em 19/11/2013 as 21:42

    Porque Consciência negra?
    É puro racismo. Destinar um feriado a uma raça.
    O racismo só acabará quando deixarmos de preocupar com a cor da pele.
    Bernadete 19/11/2013

    BERNADETE DIAS em 19/11/2013 as 19:05

    Porque Consciência negra?
    É puro racismo. Destinar um feriado a uma raça.
    O racismo só acabará quando deixarmos de preocupar com a cor da pele.
    Bernadete 19/11/2013

    BERNADETE DIAS em 19/11/2013 as 19:03

    E o dia da consciência pesada, ninguém comemora???

    Minerva em 19/11/2013 as 17:56

    NAO ENTENDI A REDAÇÃO DESSE JORNAL TALVEZ NAO TENHA CONHECIMENTO MAS AS PRIMEIRAS CIDADES ONDE O 20 DE NOVEMBRO É FERIADO MUNICIPAL NAO CONSTA NESSA LISTA CRUZ DAS ALMAS E PORTO SEGURO.NO ESTADO DA BAHIA

    ZE RAIMUNDO em 19/11/2013 as 17:39

    NAO ENTENDI A REDAÇÃO DESSE JORNAL TALVEZ NAO TENHA CONHECIMENTO MAS AS PRIMEIRAS CIDADES ONDE O 20 DE NOVEMBRO É FERIADO MUNICIPAL NAO CONSTA NESSA LISTA CRUZ DAS ALMAS E PORTO SEGURO.NO ESTADO DA BAHIA

    ZE RAIMUNDO em 19/11/2013 as 17:39

    NAO ENTENDI A REDAÇÃO DESSE JORNAL TALVEZ NAO TENHA CONHECIMENTO MAS AS PRIMEIRAS CIDADES ONDE O 20 DE NOVEMBRO É FERIADO MUNICIPAL NAO CONSTA NESSA LISTA CRUZ DAS ALMAS E PORTO SEGURO.NO ESTADO DA BAHIA

    ZE RAIMUNDO em 19/11/2013 as 17:39

    NAO ENTENDI A REDAÇÃO DESSE JORNAL TALVEZ NAO TENHA CONHECIMENTO MAS AS PRIMEIRAS CIDADES ONDE O 20 DE NOVEMBRO É FERIADO MUNICIPAL NAO CONSTA NESSA LISTA CRUZ DAS ALMAS E PORTO SEGURO.NO ESTADO DA BAHIA

    ZE RAIMUNDO em 19/11/2013 as 17:38

    NAO ENTENDI A REDAÇÃO DESSE JORNAL TALVEZ NAO TENHA CONHECIMENTO MAS AS PRIMEIRAS CIDADES ONDE O 20 DE NOVEMBRO É FERIADO MUNICIPAL NAO CONSTA NESSA LISTA CRUZ DAS ALMAS E PORTO SEGURO.

    ZE RAIMUNDO em 19/11/2013 as 17:37

    NAO ENTENDI A REDAÇÃO DESSE JORNAL TALVEZ NAO TENHA CONHECIMENTO MAS AS PRIMEIRAS CIDADES ONDE O 20 DE NOVEMBRO É FERIADO MUNICIPAL NAO CONSTA NESSA LISTA CRUZ DAS ALMAS E PORTO SEGURO.

    ZE RAIMUNDO em 19/11/2013 as 17:37

    NAO ENTENDI A REDAÇÃO DESSE JORNAL TALVEZ NAO TENHA CONHECIMENTO MAS AS PRIMEIRAS CIDADES ONDE O 20 DE NOVEMBRO É FERIADO MUNICIPAL NAO CONSTA NESSA LISTA CRUZ DAS ALMAS E PORTO SEGURO.

    ZE RAIMUNDO em 19/11/2013 as 17:37

    NAO ENTENDI A REDAÇÃO DESSE JORNAL TALVEZ NAO TENHA CONHECIMENTO MAS AS PRIMEIRAS CIDADES ONDE O 20 DE NOVEMBRO É FERIADO MUNICIPAL NAO CONSTA NESSA LISTA CRUZ DAS ALMAS E PORTO SEGURO.

    ZE RAIMUNDO em 19/11/2013 as 17:37

    NAO ENTENDI A REDAÇÃO DESSE JORNAL TALVEZ NAO TENHA CONHECIMENTO MAS AS PRIMEIRAS CIDADES ONDE O 20 DE NOVEMBRO É FERIADO MUNICIPAL NAO CONSTA NESSA LISTA CRUZ DAS ALMAS E PORTO SEGURO.

    ZE RAIMUNDO em 19/11/2013 as 17:31

    ridiculo pais de vagabundos precisam de emprego ,quem vai ficar em casa e comemorar ninguem feriados no brasil so serve para bebedeira ,e prejudica os pequenos empresarios que nao tem feriados nos impostos.

    fabio em 19/11/2013 as 17:32

    Feriado tão importante quanto a 22 de Abril e foi o início de tudo.Parabéns.

    Sergio em 19/11/2013 as 17:28

    NÃO É FERIADO EM GOIANIA
    O feriado da consciência negra foi criado pela Lei Municipal 9.786/2009 como sendo o dia 20 de novembro.

    Mas o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás na Ação Direta de Inconstitucionalidade nº 456641-05.2009.8.09.0000 (200994566417), da Comarca de Goiânia, figurando como requerente o
    Procurador Geral de Justiça do Estado de Goiás e como requerida a Câmara Municipal de Goiânia decidiu que:

    EMENTA: Ação Direta de Inconstitucionalidade. Competência para julgamento. Lei Municipal. Feriado civil. Dia da Consciência Negra. Afronta à Constituição Estadual, à Constituição Federal e à Lei Federal. Caracterização. I - Consoante redação do art. 46, VIII, “a”, da Carta Estadual, compete privativamente ao Tribunal de Justiça processar e julgar, originariamente, a ação direta de inconstitucionalidade e a ação direta de constitucionalidade de lei ou ato estadual e municipal, em face da Constituição do Estado, e o pedido de medida cautelar a ela relativo. II - Compete exclusivamente à União legislar sobre direito civil,
    comercial, penal, processual, eleitoral, agrário, marítimo, aeronáutico, espacial e do trabalho, segundo
    disposto no artigo 22, inciso I, da Constituição Federal. III - Padece do vício formal o dispositivo municipal
    que sanciona lei criando feriado civil (Dia da Consciência Negra), afrontando diretamente a Carta
    Federal, Carta Estadual (art. 69, inc. XV) e a Lei Federal nº 9093/95. Ação Direta de Inconstitucionalidade julgada procedente"

    COMO A LEI FOI JULGADA INCONSTITUCIONAL NÃO É FERIADO O DIA 20 DE NOVEMBRO.

    medeiros em 19/11/2013 as 17:16

    Curitiba, cade o feriado!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    willian em 19/11/2013 as 17:11

    Deveriam complementar esse feriado homenageando mais um ilustre cidadão brasileiro, Sr. Joaquim Barbosa, lembrando que no dia 15/11/2013 pela primeira vez no Brasil, políticos do alto escalão do governo foram presos...

    Eliezer em 19/11/2013 as 16:29

    so de mato grosso , nao vo fechar meu negocio para um idolatria dessa , por que nao fazem um dia especial para comemorar a morte de cristo .alguem em 19/11/2013 as 10:47"
    VC ACHA Q A SEMANA SANTA É PRA QUE, CRIATURA? SÓ PRO COELHINHO DA PÁSCOA? SANTA IGNORANCIA!Kathy em 19/11/2013 as 11:27

    calminha ai coelhinha , so tenho 10 anos , nao me expressei direito , mais vejo que vc é comedora de ovos e so isso que importa pra vc nesse dia ......... fica em paz coelhinha

    alguem em 19/11/2013 as 16:28

    Vai la ! Abre seu negocio no feriado, vai trabalhar! VC que reclama do feriado, VC tem mente de escravo!

    richardson em 19/11/2013 as 16:27

    Pra que esse feriado? Num país dito " democrático" esse tipo de lei é um retrocesso á era colonial.

    Rogério em 19/11/2013 as 16:15

    Acho que é feriado sim, mas só em algumas cidades!

    ANONIMO em 19/11/2013 as 16:05

    Nossa ate que enfim tenho um herói!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Laercio em 19/11/2013 as 15:52

    Acho que esta fonte não é segura... Andei apurando por aqui, Belo Horizonte, e ainda não há indícios de que será feriado. Aliás, nunca foi feriado nesta data por aqui.
    "Será ? "...

    Marcelino Mendes em 19/11/2013 as 14:49

    "so de mato grosso , nao vo fechar meu negocio para um idolatria dessa , por que nao fazem um dia especial para comemorar a morte de cristo .alguem em 19/11/2013 as 10:47"
    VC ACHA Q A SEMANA SANTA É PRA QUE, CRIATURA? SÓ PRO COELHINHO DA PÁSCOA? SANTA IGNORANCIA!

    Kathy em 19/11/2013 as 14:27

    so de mato grosso , nao vo fechar meu negocio para um idolatria dessa , por que nao fazem um dia especial para comemorar a morte de cristo .

    alguem em 19/11/2013 as 13:47

    É importante resgatarmos a história de todas as etnias. No entanto, sou da opinião que isto não se deve fazer por feriados, pois já possuímos feriados demais e, cada dia a menos, menor o PIB nacional. Desta forma, o excesso de feriados acaba por prejudicar a todos, gregos e baianos.

    RAFA BEVI em 19/11/2013 as 13:34

    É importante resgatarmos a história de todas as etnias. No entanto, sou da opinião que isto não se deve fazer por feriados, pois já possuímos feriados demais e, cada dia a menos, menor o PIB nacional. Desta forma, o excesso de feriados acaba por prejudicar a todos, gregos e baianos.

    RAFA BEVI em 19/11/2013 as 13:33

    eu que tinha que ser feriado em todo territorio Brasileiro, pois a conquista foi de todos parabens pois somos todos iquais.

    gilvan medeiros. em 19/11/2013 as 12:54

    POR QUE CONSCIÊNCIA NEGRA?
    E AS DEMAIS CONSCIÊNCIAS COMO FICAM?
    O FERIADO, DEVERIA CONTEMPLAR SOMENTE OS NEGROS, JÁ QUE ACHAM QUE A DATA É TÃO IMPORTANTE E PRECISA SER DISCRIMINADA.
    ESTE PAÍS DE VAGABUNDOS PRECISA ACABAR COM ESSES FERIADOS ELEITOREIROS, SEM SENTIDO E BOTAR O POVO PARA TRABALHAR

    josé milton em 19/11/2013 as 12:45

    Feriado sempre é bem vindo!
    Mas porque não: Dia nacional da Miscigenação?
    Isso sim que é racismo! Destinar um feriado a uma raça específica!
    O racismo só acabará quando pararmos de nos preocupar com ele e vivermos sem se preocupar com a cor da pele, cabelo, medidas... ou seja, NUNCA!

    cleber em 19/11/2013 as 12:44

    Alguns autores levantam a possibilidade de que Zumbi não tenha sido o verdadeiro herói do Quilombo dos Palmares e sim Ganga-Zumba: "Os escravos que se recusavam a fugir das fazendas e ir para os quilombos eram capturados e convertidos em cativos dos quilombos. A luta de Palmares não era contra a iniquidade desumanizadora da escravidão. Era apenas recusa da escravidão própria, mas não da escravidão alheia.

    De acordo com José Murilo de Carvalho, em "Cidadania no Brasil" (pag 48), "os quilombos mantinham relações com a sociedade que os cercavam, e esta sociedade era escravista. No próprio quilombo dos Palmares havia escravos. Não existiam linhas geográficas separando a escravidão da liberdade".

    Segundo alguns estudiosos Ganga Zumba teria sido assassinado, e os negros de Palmares elevaram Zumbi a categoria de chefe:

    "Depois de feitas as pazes em 1678, os negros mataram o rei Ganga-Zumba, envenenando-o, e Zumbi assumiu o governo e o comando-em-chefe do Quilombo".

    Seu governo também teria sido caracterizado pelo despotismo:

    "Se algum escravo fugia dos Palmares, eram enviados negros no seu encalço e, se capturado, era executado pela ‘severa justiça’ do quilombo.

    Domingos em 19/11/2013 as 12:37

    cade o Acre?????????????????????????????????????????????????????????????? 0_o

    felipe em 19/11/2013 as 12:19

    Goiânia feriado ?? não mesmo... Liguei nos bancos e cartórios tudo funcionará normalmente por aqui !!!

    Luciane em 19/11/2013 as 12:09

    Todas essas datas só servem para alimentar o racismo. O negro é um ser como outro qualquer e não precisa ser discriminado com dia disso e daquilo, quotas raciais e outros absurdos.

    marcelo em 19/11/2013 as 12:04

    Enquanto a cor for fonte de medida e para os seres humanos, existirá preconceito racial.

    Miguel em 19/11/2013 as 12:00

    Enquanto a cor for fonte de medida e para os seres humanos, existirá preconceito racial.

    Miguel em 19/11/2013 as 12:00

    No Mato Grosso do Sul, alem de Corumbá, a cidade de Dois Irmãos do Buriti também já instituiu feriado conforme Lei Municipal 377/2009, parabéns aos políticos de Dois Irmãos do Buriti. Esse dia tem mesmo que ser comemorado, se comemoramos ate dia de Tiradentes porque não do Zumbi também.....

    Hanatiel em 19/11/2013 as 11:18

    Em Belo Horizonte (está escrito errado na reportagem "Beleo Horizonte") não é feriado. Gostaria que fosse. É uma justa homenagem!

    Daniel em 19/11/2013 as 11:17

    Não entendi porque salvador não esta nessa lista de feriado, já que a capital esta concentrada boa parte dos negros.

    Lucas em 19/11/2013 as 11:14

    Nossos Políticos são de uma irresponsabilidade "Impar" para alcançarem um nicho eleitoral não medem as consequência...Ficam incitando uns contra os outros, todos igualmente brasileiros, Falam-se em racismo, Não é bem assim... A miscigenação entre brancos e negros é extrema, quem é racista não se mistura, por isso vamos parar com esse negócio de raça, somos todos seres humanos e o que é mais importante: BRASILEIROS!!!

    Rubens. em 19/11/2013 as 02:34

    Na Bahia Cruz das Almas tbm é feriado

    elton em 19/11/2013 as 01:02

    O Arquivo Público do Paraná e outros arquivos preservam documentos que atestam o sofrimento e a marginalização experimentados por imigrantes europeus quando chegaram no Brasil. Então, o imigrante independente de cor, origem, religião, se veio forçado ou espontâneo dificilmente encontrou ambiente favorável por aqui e a grande maioria em algum momento foi escravizado. Olha os ingleses na Colônia do Assunghy, os italianos na Colônia Alessandra, os italianos que chegaram para trabalhar nas fazendas de café em São Paulo e tantos outros. Não só os africanos experimentam falta de oportunidades de crescimento. O que dizer da condição da mulher? A propaganda é que se está chegando a igualdade mas a realidade é diferente. Importante é preparar para enfrentar a diversidade e o preparo começa pela base. Escolas de qualidade no início independente de ser rico ou pobre, de origem africana, asiática, árabe ou europeia é o que vai garantir a igualdade. Uma educação bem fundamentada por si só elimina o racismo e a desigualdade. Impondo vai-se incentivar a discriminação velada.

    jussara em 18/11/2013 as 23:48

    O Arquivo Público do Paraná e outros arquivos preservam documentos que atestam o sofrimento e a marginalização experimentados por imigrantes europeus quando chegaram no Brasil. Então, o imigrante independente de cor, origem, religião, se veio forçado ou espontâneo dificilmente encontrou ambiente favorável por aqui e a grande maioria em algum momento foi escravizado. Olha os ingleses na Colônia do Assunghy, os italianos na Colônia Alessandra, os italianos que chegaram para trabalhar nas fazendas de café em São Paulo e tantos outros. Não só os africanos experimentam falta de oportunidades de crescimento. O que dizer da condição da mulher? A propaganda é que se está chegando a igualdade mas a realidade é diferente. Importante é preparar para enfrentar a diversidade e o preparo começa pela base. Escolas de qualidade no início independente de ser rico ou pobre, de origem africana, asiática, árabe ou europeia é o que vai garantir a igualdade. Uma educação bem fundamentada por si só elimina o racismo e a desigualdade. Impondo vai-se incentivar a discriminação velada.

    jussara em 18/11/2013 as 23:47

    O Arquivo Público do Paraná e outros arquivos preservam documentos que atestam o sofrimento e a marginalização experimentados por imigrantes europeus quando chegaram no Brasil. Então, o imigrante independente de cor, origem, religião, se veio forçado ou espontâneo dificilmente encontrou ambiente favorável por aqui e a grande maioria em algum momento foi escravizado. Olha os ingleses na Colônia do Assunghy, os italianos na Colônia Alessandra, os italianos que chegaram para trabalhar nas fazendas de café em São Paulo e tantos outros. Não só os africanos experimentam falta de oportunidades de crescimento. O que dizer da condição da mulher? A propaganda é que se está chegando a igualdade mas a realidade é diferente. Importante é preparar para enfrentar a diversidade e o preparo começa pela base. Escolas de qualidade no início independente de ser rico ou pobre, de origem africana, asiática, árabe ou europeia é o que vai garantir a igualdade. Uma educação bem fundamentada por si só elimina o racismo e a desigualdade. Impondo vai-se incentivar a discriminação velada.

    jussara em 18/11/2013 as 23:46

    O Arquivo Público do Paraná e outros arquivos preservam documentos que atestam o sofrimento e a marginalização experimentados por imigrantes europeus quando chegaram no Brasil. Então, o imigrante independente de cor, origem, religião, se veio forçado ou espontâneo dificilmente encontrou ambiente favorável por aqui e a grande maioria em algum momento foi escravizado. Olha os ingleses na Colônia do Assunghy, os italianos na Colônia Alessandra, os italianos que chegaram para trabalhar nas fazendas de café em São Paulo e tantos outros. Não só os africanos experimentam falta de oportunidades de crescimento. O que dizer da condição da mulher? A propaganda é que se está chegando a igualdade mas a realidade é diferente. Importante é preparar para enfrentar a diversidade e o preparo começa pela base. Escolas de qualidade no início independente de ser rico ou pobre, de origem africana, asiática, árabe ou europeia é o que vai garantir a igualdade. Uma educação bem fundamentada por si só elimina o racismo e a desigualdade. Impondo vai-se incentivar a discriminação velada.

    jussara em 18/11/2013 as 23:43

    O Arquivo Público do Paraná e outros arquivos preservam documentos que atestam o sofrimento e a marginalização experimentados por imigrantes europeus quando chegaram no Brasil. Então, o imigrante independente de cor, origem, religião, se veio forçado ou espontâneo dificilmente encontrou ambiente favorável por aqui e a grande maioria em algum momento foi escravizado. Olha os ingleses na Colônia do Assunghy, os italianos na Colônia Alessandra, os italianos que chegaram para trabalhar nas fazendas de café em São Paulo e tantos outros. Não só os africanos experimentam falta de oportunidades de crescimento. O que dizer do trabalho da mulher? Importante é preparar para enfrentar a diversidade e o preparo começa pela base. Escolas de qualidade no início independente de ser rico ou pobre, de origem africana ou europeia é o que vai garantir a igualdade. Uma educação bem fundamentada por si só elimina o racismo e a desigualdade. Impondo vai-se incentivar a discriminação velada.

    jussara em 18/11/2013 as 23:39

    e o dia da consciencia japonesa????............................................

    carlos em 18/11/2013 as 21:47

    Como foram suas reflexões neste 15 de Novembro? Refletiu bastante sobre a Proclamação da República - era esse o nome do feriado? Quanta hipocrisia! Quem é que reflete ou aprende de fato sobre alguma coisa com feriado? O dia da Consciência Negra é uma grande conquista e é indiscutível. Quer trabalhar menos, quer mais tempo livre? Acho tudo legítimo também, mas a relação da causa com a data comemorativa tem tanta coerência quanto o enredo introdutório de filme pornô. Por favor, tenhamos respeito com o DIa da Consciência Negra! Não sejamos ingênuos de apoiar que ele se transforme em um feriado idiota para emendar com o fim de semana depois do dia 15.

    C Campos em 18/11/2013 as 21:32

    Como pequeno comerciante de Curitiba, gostaria de agradecer à Associação Comercial do Paraná por um ato em defesa do comerciante, o que tem sido muito raro. A cada feriado, milhões e milhões de microempresários, autônomos e profissionais liberais, esses sim, que trabalham sem direitos assegurados e dependentes de cada dia de faturamento, são prejudicados, verdadeiramente roubados por políticos demagogos. Fora o feriado fajuto! Viva a consciência de viver e trabalhar todos os dias com dignidade, independente de raça, cor, credo, sexo ou renda.

    Haidar em 18/11/2013 as 21:07

    Quer dizer que respeitar a consciência negra é criar um dia para vadiar? Quer dizer que não posso ser negro e microempresário, por exemplo? Para comemorar, tenho que tirar onda do meu patrão branco, achando um jeito de fugir do trabalho sem precisar ir para o tronco, não é? Gente, ESSE FERIADO É O MAIOR PRECONCEITO E A MAIOR AFRONTA QUE PODERIAM CRIAR CONTRA A RAÇA NEGRA. Há 12 milhões de microempresas formais no Brasil, muitas, cada vez mais, dirigidas por afrodescendentes. E, mais uma vez, o microempresário ganha a conta de políticas retrógradas, fascistas e preconceituosas. Orgulho é poder comemorar a Consciência Negra, se é que de fato isso foi conquistado, trabalhando, tendo sucesso, mostrando ao mundo que toda raça merece a chance de ter seu lugar, sua autonomia, sua independência, sua dignidade.

    Junior em 18/11/2013 as 20:52

    o dia da consciência negra e a nossa vítoria a nossa raça

    jocata em 18/11/2013 as 20:44

    o dia da consciência negra e a nossa vítoria a nossa raça

    jocata em 18/11/2013 as 20:44

    Viva a Consciência Negra! Que se criem festivais, concursos, cursos, programações especiais na mídia... Só que tudo isso tem sido feito de forma muito tímida e pouco expressiva. Enquanto, porém, o restante do munto gira, produz, evolui de alguma forma, nos propomos a festejar ficando mais um dia parados, mais um dia atrasados na história. Realmente, parece bem mais fácil criar mais um feriado demagógico para anestesiar o povo com pão e circo às suas próprias expensas. Afinal, quem vai para a rua se manifestar contra um feriado politicamente correto, não é? Jeito bem brasileiro de comemorar a "consciência".

    Cláudio em 18/11/2013 as 20:34

    O dia 20 de novembro representa a luta e a resistência dos negros contra a escravidão e a verdadeira liberdade. Zumbi dos Palmares é o herói da resistência e o arauto da verdadeira libertação. A "liberdade" outorgada pelo poder constituído, representada pela princesa Izabel, significava que já não havia mais interesse econômico em manter negros em regime de escravidão e porque o sistema escravista não se sustentava mais. Dia 20 de novembro é o dia da luta pela verdadeira liberdade dos negros que constituem 70% da população brasileira e que esse dia, desaforadamente, não é respeitado pela maioria dos municípios

    Antonio Fernando Capellari em 18/11/2013 as 20:00

    Festejar um feriado tudo bem , colocar Zumbi como Herói não. Se tem que arranjar um herói , este seria seu tio Ganga-Zumba que fez muita coisa em prol dos palmarinos e traído e morto por Zumbi. Como pode um cara que luta contra a escravidão ter escravos .

    Edward em 18/11/2013 as 19:44

    Por que não suspendem o Natal? Só porque da muito lucro??!!!

    Leonardo em 18/11/2013 as 18:47

    ESTOU INDIGNADA DE NAO SER FERIADOS EM TODAS AS CIDADES ENTAO AQUI EM FORTALEZA NAO TEM NEGRO

    APARECIDA em 18/11/2013 as 18:43

    gostaria de deixar minha indignação.. o dia da conciencia negra, deveria ser em 13/05/2013 data em que a princesa isabel assinou a lei aurea por sua liberalidade pq o D Pedro II estava muito doente e, ela assumiu o cargo, fazendo esse beneficio ao povo escravo.
    esta data sim deveria ser feriado e não no dia em que zumbi morreu. ele lutou bastante para salvar os negros fugidos e montou uma comunidade, mas nao foi ele que libertou os escravos...
    pderiam ter esta conciencia e mudar tudo. tenho certeza que o Brasil inteiro transformaria esta data em feriado sem qualquer questionamento...

    sueli queiroz em 18/11/2013 as 18:18

    Acho racismo a necessidade de lembrar sobre alguma etnia. Fazer disto um feriado não altera o fato de ter havido a escravidão. Que seja ensinado nas escolas, mas principalmente em casa, os valores morais, que cada dia estão mais menosprezados.

    Doris em 18/11/2013 as 16:44

    Realmente, um absurdo, interesses econômicos a frente de um interesse bem maior... a conscientização de uma sociedade racista, uma sociedade que não pensa no coletivo, no todo.... suspender o feriado, apenas reforça o quão racista é a sociedade.
    Srs da Associação que solicitaram a suspensão deste feriado... "Meus Parabéns, que a ignorância continue reinando em cada um de Vocês" ... Apenas Vergonhoso...

    Paulo em 18/11/2013 as 16:14

    Escreva

    O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

    Você também pode nos ajudar a moderar comentários considerados ofensivos, difamatórios, impróprios e/ou que contenham palavras de baixo calão: para isso, envie um e-mail para denuncie@tribunahoje.com.

    Digite o código abaixo para enviar seu comentário.