'Amor à Vida': Niko pede exame de DNA e prova que Fabrício é seu filho - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas
  • Alagoas, de 2014
Entretenimento

'Amor à Vida': Niko pede exame de DNA e prova que Fabrício é seu filho

Globo 28 Novembro de 2013 - 10:24

A já declarada disputa entre Niko (Thiago Fragoso) e Amarilys (Danielle Winits) por Fabrício terá uma reviravolta nos próximos capítulos de “Amor à vida”. Influenciado por Félix (Mateus Solano), de quem fica cada vez mais próximo, o empresário exige um exame de DNA da dermatologista e de Eron (Marcello Antony). Assim, como adiantado pela Telinha, ele finalmente descobre que é o pai do bebê.

A verdade começa a se revelar a Niko numa conversa com Félix: “Então o filho pode ser meu. Quer dizer, tem uma chance em cem mil, porque eu e o Eron misturamos o material”. O louro não perde tempo e aciona Silvia (Carol Castro), que tenta convencer Eron. Ele, no entanto, se mantém resistente: “Isso tudo é ridículo! O menino é meu filho e da Amarilys. O Niko tá fazendo essa confusão toda porque ele não se conforma com a nossa felicidade”, diz. Mas a advogada contorna a situação: “Faz o teste. Se o exame der que o filho é de vocês, eu mesma convenço o Niko a desistir”.

Niko deixa o lado fofo de lado a garante ao advogado que vau lutar pelo filho

Niko deixa o lado fofo de lado a garante ao advogado que vau lutar pelo filho  

Foto: / Estevam Avellar / Rede Globo / Divulgação


Ao saber da notícia, Amarilys fica desesperada e tenta fazer com que o advogado desista do teste, mas ele se mostra prudente: “Se você não for hoje, o teste vai ser remarcado, e você será obrigada a fazer o exame de um jeito ou de outro. É melhor terminar logo com essa história.”.

A dermatologista, então, procura Laerte (Pierre Baitelli), o responsável por sua inseminação: “Eu juro que a minha intenção era fazer o melhor pro Niko. Eu ia dar o bebê pra ele, ser uma espécie de madrinha. Mas quando o Fabrício nasceu, eu vi que era impossível. Ele era meu filho, meu e do Eron”, conta. Na conversa, ela diz que, de fato, acreditou que o procedimento não tinha dado certo e se mostra apreensiva com o resultado do exame: “Eu sei que o bebê é meu, porque seja qual for o resultado, o óvulo é meu. Mas sabe qual é o meu maior medo, Laerte? Esse exame de DNA dar que o bebê é meu e do Niko”.

Diante do juiz, Niko e Amarilys não escondem o que sentem diante da verdade: “Tô que não me aguento de tanta ansiedade”, diz ele. “O resultado desse teste é tudo o que eu preciso saber, Excelência. Como mãe, eu quero resolver essa história de uma vez por todas”, anseia ela.



Comentários


  • Seja o primeiro a comentar.

    Escreva

    O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

    Você também pode nos ajudar a moderar comentários considerados ofensivos, difamatórios, impróprios e/ou que contenham palavras de baixo calão: para isso, envie um e-mail para denuncie@tribunahoje.com.

    Digite o código abaixo para enviar seu comentário.