Policial militar é executado a tiros no interior de SP - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas
  • Alagoas, de 2014
Brasil

Policial militar é executado a tiros no interior de SP

Vítima levou pelo menos oito tiros, chegou a ser atendida, mas não resistiu

G1 08 Fevereiro de 2014 - 19:03

Foto: Reprodução/EPTV

Policial militar foi morto no Parque Shangai, em Campinas

Policial militar foi morto no Parque Shangai, em Campinas

O policial militar Daniel Pinto de Souza, de 45 anos, foi morto a tiros na tarde deste sábado (8) no Jardim Shangai, região do Ouro Verde, a mesma onde ocorreram duas chacinas no mês de janeiro em Campinas (SP). A vítima, que estava de folga, chegou a ser levada ao Hospital Ouro Verde, mas não resistiu aos ferimentos. Um suspeito de participar da ação foi baleado e morreu após perseguição. Outro foi detido.

Segundo a Polícia Militar, após a ação os suspeitos fugiram em um Meriva para o Jardim Princesa, onde abandonaram o veículo e usaram um Fusca para sair do local. Durante a perseguição, os criminosos teriam atirado contra os policiais da viatura que o acompanhavam.

Troca de tiros

Uma segunda viatura da polícia conseguiu chegar ao Jardim Princesa para dar apoio à ocorrência e, de acordo com a PM, os suspeitos entraram em uma mata em meio a troca de tiros. Um deles foi baleado e morreu e o outro foi detido.

Para a presidente da Comissão dos Direitos Humanos dos Policiais de São Paulo, Adriana Borgo, mesmo sem ter se comprovado a participação de PMs nas chacinas ocorridas no mês de janeiro em Campinas, o caso do Jardim Shangai foi uma represália.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo, o caso foi encaminhado para registro na Delegacia de Investigações Gerais (DIG) e a apuração ficará sob responsabilidade do setor de homicídios. O crime será registrado como homicídio doloso. O policial trabalhava na 1ª companhia do 8º batalhão.

Inicialmente, a informação da Polícia Militar era que Souza levou 14 tiros, mas, de acordo com a SSP, foram pelo menos oito disparos e somente a perícia vai apontar o número exato.

Chacinas no Ouro Verde

Em janeiro, 12 homens foram mortos em um período de cinco horas em Campinas e, desses crimes, 11 foram na região no Ouro Verde, sendo duas chacinas. A Polícia Civil investiga a hipótese de participação de policiais militares nos homicídios, em vingança à morte de um PM. Cinco integrantes da corporação foram presos temporariamente.

Comentários


  • Seja o primeiro a comentar.

    Escreva

    O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

    Você também pode nos ajudar a moderar comentários considerados ofensivos, difamatórios, impróprios e/ou que contenham palavras de baixo calão: para isso, envie um e-mail para denuncie@tribunahoje.com.

    Digite o código abaixo para enviar seu comentário.