Sacrifício de girafa em zoológico provoca comoção na Dinamarca - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas
  • Alagoas, de 2014
Mundo

Sacrifício de girafa em zoológico provoca comoção na Dinamarca

Marius foi sacrificada com tiro na cabeça para evitar reprodução

Ansa 10 Fevereiro de 2014 - 18:11

Foto: EPA

Cria de girafas consanguíneas, Marius teve que ser sacrificada para não se reproduzir

Cria de girafas consanguíneas, Marius teve que ser sacrificada para não se reproduzir

Mobilizações, petições online, ofertas de adoção por parte de parques europeus: nada disso foi suficiente para impedir a trágica morte da girafa Marius no zoológico de Copenhague, capital da Dinamarca. Com 18 meses de vida e exibindo uma saúde perfeita, o animal foi sacrificado com um tiro na cabeça no último domingo (9).

A dura medida foi tomada porque o zoo participa de um programa que proíbe as relações entre bichos "parentes" para não prejudicar a estrutura das espécies. E a pobre Marius era cria de duas girafas consanguíneas, o que decretou o seu triste fim. Após ser morto, o animal foi submetido a uma autópsia e seu corpo foi totalmente desmembrado em frente às câmeras da televisão dinamarquesa. Os pedaços de carne foram dados como comida aos outros bichos do zoológico.

"Seria absolutamente idiota jogar fora centenas de quilos de carne", afirmou o diretor científico do espaço, Bengt Holst. Antes da "execução", parques na Holanda e no Reino Unido se ofereceram para receber Marius e salvar sua vida, mas nem isso foi suficiente para amolecer seus colegas de Copenhague. Diversas organizações também fizeram abaixo-assassinados para tentar evitar o sacrifício.

Um porta-voz do zoo da capital dinamarquesa chegou a afirmar que seria muito cruel enviar a girafa para outro lugar, levá-la para sua terra de origem, a África, ou então castrá-la.

Comentários


  • Seria cruel castrar ou retirar da terra natal? Agora dar um tiro na nuca esquartejar e dar a carne para os leões é muito humano mesmo. Sinceramente antes tinha restrições contra zoológicos mas agora sou contra mesmo. Lugar de animal é na natureza e ponto final. Nós só atrapalhamos mesmo e este diretor e seus funcionários não são dignos de respirar o mesmo ar que o resto da humanidade.

    Daniel Alves e Silva em 13/02/2014 as 14:07

    Escreva

    O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

    Você também pode nos ajudar a moderar comentários considerados ofensivos, difamatórios, impróprios e/ou que contenham palavras de baixo calão: para isso, envie um e-mail para denuncie@tribunahoje.com.

    Digite o código abaixo para enviar seu comentário.