Acidente em Penedo pode ter sido causado por excesso de passageiros - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas
  • Alagoas, de 2014
Interior

Acidente em Penedo pode ter sido causado por excesso de passageiros

Oito morreram e 13 ficaram feridas no acidente. Especialista analisa e diz que tragédia poderia ter sido evitada

14 Fevereiro de 2014 - 15:13

Foto: Cortesia Aqui Acontece / Roberto Miranda

Corpos foram jogados do veículo. Arsal diz que motorista era credenciado

Corpos foram jogados do veículo. Arsal diz que motorista era credenciado

Excesso de passageiros e de velocidade podem ter causado o acidente que matou oito pessoas e deixou treze feridas na última quarta-feira no capotamento de uma van de transportes complementares, na AL-101, na Zona Rural de Penedo. Ao invés de 16 pessoas, 21 eram transportadas pelo motorista José Lins, de 69 anos, que também morreu no acidente.

A van, de placa NMM-1831 era credenciada pela Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal), para o transporte de passageiros entre Penedo e Teotônio Vilela, região agreste. Apesar de estar com a documentação em dia com a Arsal, transportava um número excessivo de passageiros.

A Agência, por meio da assessoria, reforçou que segurança deve ser a prioridade dos condutores. A desobediência às normas é passível de advertência e, em casos reincidentes, acarreta na perda da licença da linha.

“O condutor tem que respeitar a quantidade limite do veículo. As fiscalizações da Arsal acontecem em pontos volantes no Estado inteiro e em pontos fixos”, informa. Porém, na região do acidente não existem pontos de fiscalização. “Os pontos fixos estão localizados nas entradas e saídas da capital. Os outros são pontos volantes”, diz.

Para o perito João Gardino dos Santos, do Instituto de Criminalística (IC), velocidade excessiva, más condições da faixa de rolamento, estado de conservação do pneu e, principalmente, excesso de passageiros podem ter contribuído para o acidente. “Se você vai numa velocidade permitida, às vezes dá até para evitar o acidente. Quanto mais circula o carro, mais o pneu esquenta e maior a chance de acidente. Mas outros fatores devem ser analisados, como as condições da pista, as condições de pneus e também se houve excesso de passageiro”, analisa o especialista.

Gardino acredita que se todas as normas de segurança fossem levadas em conta, a tragédia poderia ter sido amenizada ou mesmo evitada. “Porque a lotação estava acima da permitida. Veja que o pneu estourou e pode ter sido devido à carga excessiva, mas tem que ver as outras condições”, disse.O resultado da perícia deve sair ainda neste mês.

Vistoria

De acordo com o diretor de transporte da Arsal, Fábio Calheiros, a vistoria dos veículos credenciados pela Agência deve ser realizada anualmente por empresas credenciadas pelo Inmetro. “O condutor é obrigado a fazer essa vistoria anualmente e ela é um dos pontos cobrados nas fiscalizações”, diz.

A Arsal não soube dizer quando foi realizada a última vistoria do veículo em questão. “Paralelamente à fiscalização. Qualquer pessoa, usuário, cidadão pode fazer uma denúncia à Arsal (pelo telefone 0800 284-0429). É só dizer o nome da linha, o horário que aconteceu e se tiver foto é melhor ainda”, informa por meio da assessoria.

O Acidente

A van saiu de Penedo em direção ao município de Teotônio Vilela por volta das 10 horas do último dia 12, com 21 passageiros. Um dos pneus traseiros do veículo estourou por motivos ainda desconhecidos. Sem controle, José Lins capotou o veículo diversas vezes na faixa de rolamento da AL 101 Sul, próximo à Fazenda Canavieira, em Penedo, colidindo e derrubando um poste. Várias pessoas foram lançadas fora do veículo após a batida.
Oito pessoas, cinco homens e três mulheres, morreram na hora; as demais foram socorridas em hospitais e unidades de emergência da região.

Comentários


  • SIM, AMIGO GILVAN TODO TRANSPORTE COMPLEMENTAR TEM SEGURO SIM, POIS TODOS FORAM LICITADOS E AINDA POR CIMA SE TORNARAM EMPRESAS, O MESMO SEGURO QUE QUALQUER OUTRA EMPRESA DE TRANSPORTE ...

    TRANSPORTADOR em 15/02/2014 as 12:00

    AMIGO GILVAN, AQUI VAI O MEU REPÚDIO AO SEU COMENTÁRIO VC ESTÁ TOTALMENTE DESINFORMADO, O TRANSPORTE COMPLEMENTAR, HOJE É LICITADO E SÃO EMPRESAS QUANTO A IMPRUDENCIA FICA A CRITÉRIO DE CADA UM, CLNDESTINO, NÃO..

    TRANSPORTADOR em 15/02/2014 as 11:54

    SÓ VIAJO DE ALTERNATIVO QUANDO NÃO TEM JEITO MESMO, MAS PREFIRO DE ÔNIBUS POIS ENTENDO SER MAIS SEGURO, ALÉM DO MAIS PELO MENOS TEM SEGURO DE VIDA E ESSAS VANS TEM O QUE? PODE TER CERETEZA QUE NO OUTRO DIA OS PASSAJEIROS AINDA VÃO VIAJAR DE ALTERNATIVO.FALTA VERGONHA.

    EMANO em 15/02/2014 as 07:13

    O POVO DE ALAGOAS DEVERIA TOMAR VERGONHA NA CARA E DEIXAR DE VIAJAR NESSAS VANS CLANDESTINAS QUE COLOCARAM UM ADESIVO COM A PALAVRA COMPLEMENTAR. ISSO É UM ENGODO FEITO POR UM TAL DE RONALDO LESSA QUE EM APENAS OITO ANOS CONSEGUIU QUEBRAR TRÊS EMPRESAS DO ÔNIBUS EM ALAGOAS : SÃO DOMINGOS, SÃO LUIZ E A REAL ALAGOAS QUE PERDEU TODAS AS LINHAS DO INTERIOR.

    gilvan em 15/02/2014 as 00:30

    POSSUÍ ESSE TIPO DE VEICULO E POSSO DIZER COM EXPERIENCIA PRÓPRIA, ELE NÃO TEM ESTABILIDADE NENHUMA E SE COLOCAR EXCESSO DE PASSAGEIRO ,PIOR AINDA.

    TRANSPORTADOR em 14/02/2014 as 22:05

    Escreva

    O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

    Você também pode nos ajudar a moderar comentários considerados ofensivos, difamatórios, impróprios e/ou que contenham palavras de baixo calão: para isso, envie um e-mail para denuncie@tribunahoje.com.

    Digite o código abaixo para enviar seu comentário.