Brasil

30 Março de 2014 - 15:00

Homens aderem à campanha em protesto à violência sexual contra as mulheres

Um dia depois de as organizadoras da campanha #eunãomereçoserestuprada receberem várias ameaças na internet, homens aderiram ao protesto.
Homem adere a campanha contra estupro de mulheres divulgação Homem adere a campanha contra estupro de mulheres

Um dia depois de as organizadoras da campanha #eunãomereçoserestuprada receberem várias ameaças na internet, homens aderiram ao protesto. Ontem, nas redes sociais, várias fotos em apoio à manifestação virtual foram postadas. Na maioria delas, os homens, grande parte deles sem camisa, apareciam segurando um cartaz com a mensagem #ninguémmereceserestuprado. Alguns pais aproveitaram a campanha e publicaram fotos de bebês com a mensagem “até eu sei disso”.

Muitos homens relataram, principalmente em uma rede social, ter vergonha do resultado da pesquisa publicada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O estudo apontou que 65,1% da população concorda total ou parcialmente que “mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas” e 58,5% concordam total ou parcialmente que, “se as mulheres soubessem como se comportar, haveria menos estupros”.

Comentários

O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Digite o código abaixo para enviar seu comentário.